segunda-feira, janeiro 08, 2018

Comandante da PM suspende portaria e acaba embate com Polícia Civil

O comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto Gomes, acaba de anunciar suspensão da portaria que atribui à PM as investigações de crimes contra a vida cometidos por policiais militares. 
A decisão do comandante põe fim ao embate de competência entre a PM e a Polícia Civil, que iniciaram duas investigações paralelas referentes ao caso Emily, a menina morta durante uma abordagem policial na zona Leste de Teresina no dia 25 de dezembro. 
A novidade foi anunciada nesta segunda-feira durante a aula inaugural do curso de formação de soldados da PM. O comandante esclareceu que a decisão foi tomada na sexta-feira e que portaria ficará suspensa até uma análise da Procuradoria Geral do Estado.
“A portaria não regula procedimento de apuração criminal, quem regula é o código penal, a portaria dá conhecimento da lei ao público interno, a lei foi aprovada em outubro de 2017. Mas, eu submeti a portaria à Procuradoria Geral do Estado na quinta-feira da semana passada, que está em recesso e sugeriu que suspendesse os efeitos até o posicionamento da PGE e assim já fizemos na sexta-feira. Está sendo publicado hoje. Queremos fazer isso logo, para que fique transparente para a população”.
O coronel Carlos Augusto informou ainda que os dois inquéritos vão continuar valendo até que a Justiça decida qual será levado em consideração durante o julgamento. Ele afirmou que o inquérito da Polícia Militar deve ser concluído até o final da semana. 
“Os inquéritos são regulados pelos códigos de processo penal militar e civil e o importante é que vá os dois e a Justiça definirá certamente o que vale, mas o importante é que vá os dois para que não haja dúvida de quem é a competência. E se for de A ou de B que não tenha prejuízo para depois não recomeçar lá na frente, depois das provas se tornarem frias, inclusive. Todos os processos vão parar no Júri popular, quem julga não é a polícia, quem julga é a justiça”, finalizou.
cidadeverde.com