Publicidade

Publicidade

quarta-feira, fevereiro 07, 2018

VERGONHA E DESCASO! Sem condições de trabalho, funcionários do Samu de Parnaíba pedem socorro; VÍDEO

Sem condições básicas para trabalhar, funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), estiveram na manhã de hoje (06), no prédio da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (Fiepi), onde atualmente funciona o gabinete do Executivo Municipal, para uma audiência com o prefeito de Parnaíba, Francisco de Assis Moraes Souza, o Mão Santa.
Segundo os funcionários, falta o básico do básico para que possam manter os atendimentos na cidade de Parnaíba. O serviço ainda não foi paralisado totalmente porque os servidores estão atendendo a demanda por amor a profissão. 
Veja o vídeo com desabafo dos servidores:
Flaviano Aragão, técnico de enfermagem no Samu, disse que iriam fazer várias retificações ao Prefeito. Entre elas estariam materiais básicos como de limpeza e fardamento. Eles estavam comprando seus próprios fardamentos, devido não estarem recebendo de quem é obrigatório.
Também as viaturas estariam quase todas sucateados e com suspensão quebradas, falta de ar condicionados e melhoria no ambiente de trabalho dos profissionais daquele órgão de saúde. 
“Estamos fazendo de tudo para não parar os serviço, inclusive, estamos tirando dos nossos próprios bolsos para comprar materiais básicos para continuarmos trabalhando", disse o entrevistado.
Além disso, os profissionais querem que a Drª. Joana continue à frente daquele órgão. A mesmo estaria de saída devido as demandas não estarem sendo atendidas pelo município.
O serviço ainda corre o risco de perder a regulação em Parnaíba, sendo levada para Teresina, situação que instalaria um caos total em um serviço tão essencial. 
Os funcionários explicaram que apesar da audiência com o Prefeito, o serviço estava funcionando normalmente naquele horário, porque a maioria deles estavam de folga e os que não estavam a serviço aguardavam o chamado da regulação para prestar o serviço normalmente.
Fonte: Portal PHB em Nota