quinta-feira, fevereiro 01, 2018

Passageiro de carro que caiu de ponte não resiste e morre em hospital no Piauí

O pedreiro Sérgio Rodrigues da Silva, 40 anos, que estava como passageiro do carro que caiu na ponte da Mariano Castelo Branco, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na noite de ontem no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).
O pedreiro foi socorrido com vida, mas com politraumas. Ele deu entrada no HUT em estado gravíssimo e ao longo do dia sofreu várias paradas cardíacas vindo a falacer às 19h40. 
De acordo com informações do Samu, o predreiro sofreu três paradas cardíacas no local do acidente. O diretor do HUT , Gilberto Albuquerque, disse que o paciente já chegou ao hospital sem alguns sinais vitais. 
"Quando a pessoa submerge na água, os pulmões enchem de líquido e impede a respiração. Com isso, o paciente vai consumindo o oxigênio, mas libera na corrente sanguínea um ácido que começa a destruir os tecidos, principalmente, do cérebro e coração. Quando ele foi resgatado já havia um sofrimento cerebral significativo e não conseguimos revertê-lo", explica o médico.
Ele ia fazer um serviço na casa do condutor do veículo, Sérgio Adrianino Amorim Bezerra, 35 anos, que ficou preso no veículo e morreu afogado. O corpo do motorista foi liberado do Instituto Médico legal (IML) ainda ontem. 
As causas do acidente ainda serão apuradas.
Sobre a estrutura da ponte, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte (SDU-Centro/Norte) informou que a via para pedestres e ciclistas será interditada e que uma empresa vai fazer o reparo do guarda-corpo em caráter de urgência.
Fonte: Cidade Verde