Publicidade

Publicidade

quarta-feira, março 21, 2018

Apagão: Piauí e mais treze estados do Norte e Nordeste ficam sem energia

Uma "perda de carga" causou apagão no Norte e no Nordeste do país, informou nesta quarta-feira (21) o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). 
Governo afirmou que problema foi causado por falha em subestação do Xingu, no Pará. Municípios de ao menos 14 estados do Norte e do Nordeste do país enfrentaram um apagão: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe e Tocantins.
De acordo com as companhias de energia locais, 2.049 cidades foram afetadas nos 14 estados. O número representa 93% do total de municípios (2.204) desses Estados.
O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse que o apagão ocorreu após uma falha na usina de Belo Monte, no Pará. A Centrais Elétricas do Pará (Celpa) informou que um problema na geração de energia da usina de Tucuruí, nordeste do estado, pode ter causado o apagão.
Por volta das 19h, o restabelecimento de energia já atingia cerca de 50% da região Nordeste e praticamente 100% da região Norte, segundo o órgão. 
Um apagão atingiu todos os nove Estados do Nordeste, além do Amazonas, Pará e Tocantins, na tarde desta quarta-feira (21), segundo o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). 
Capitais como Teresina, Salvador, Recife e Fortaleza foram afetadas. A falta de energia ocorreu por volta das 16h. Sem semáforos, houve congestionamento gigantesco no trânsito. Os lojistas no Centro de Teresina fecharam mais cedo o comércio e algumas pessoas ficaram presas em elevadores. A empresa Águas de Teresina confirmou que o apagão provocou a falta de água em vários bairros da cidade. A luz voltou em parte da cidade por volta das 18h30. Por volta das 19h30 ainda não tinha voltado a energia no município de José de Freitas e outras cidades no interior do Estado. 
Em Teresina, vários serviços foram afetados. "Eu tinha um exame da minha filha para fazer, mas com a queda de energia o procedimento não pode ser realizado", disse a jornalista Cyntia Veras que estava na clínica e seria a próxima a ser atendida, mas faltou energia e o atendimento foi suspenso. 
Os Estados afetados são: Amazonas, Alagoas, Sergipe, Ceará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Amapá, Rio Grande do Norte, Pará, Maranhão, Bahia e Tocantins. Houve também registro de falta de energia em São Paulo e em Minas Gerais.
O trânsito também está complicado na capital do Piauí. Sem semáforos, os motoristas enfrentam dificuldade para se locomover. .
Nas redes sociais os internautas relatam a interrupção no fornecimento de energia. A Chesf já se pronunciou e disse que está apurando as causas e a extensão do apagão.
Em nota, a Cemar, responsável pelo fornecimento de energia no Maranhão, disse que a falha é no sistema de suprimento.
Leia a íntegra da nota do ONS:
Hoje, 21 de março, às 15h48, uma perturbação no SIN causou o desligamento de cerca de 18.000MW, majoritariamente localizados nas regiões Norte e Nordeste, correspondendo a 22,5% da carga total do SIN naquele momento.Em consequência da perda de carga, entrou em funcionamento o primeiro estágio do Esquema Regional de Alívio de Carga do Sistema Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com corte automático de consumidores, no montante de 4.200MW.
Os sistemas Sul, Sudeste e Centro-Oeste ficaram desconectados do Norte e Nordeste.
Às 16h15 já havia sido realizada a recomposição de praticamente toda a carga no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.
As equipes do ONS estão neste momento dedicadas à recomposição dos sistemas Norte e Nordeste, já em curso.
As causas de desligamento estão sendo investigadas.
Em nota, a Cemar, responsável pelo fornecimento de energia no Maranhão, disse que a falha é no sistema de suprimento.
Veja nota:
Falha no sistema de suprimento é a causa da falta de energia na rede básica e interrompe o fornecimento para os estados do Maranhão e Tocantins e parcialmente no Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Piauí e Pará.
Neste momento somente parte da região de Imperatriz, Açailândia, Presidente Dutra e Barra do Corda estão com energia elétrica.
Informações preliminares sinalizam que houve problemas na Usina Hidrelétrica de Belo Monte que fica no estado do Pará.
*Assessoria de Imprensa da Cemar*
A Eletrobras Piauí se manifestou e disse que o problema teria ocorrido na usina de Belo Monte.
Leia:
A Eletrobras Distribuição Piauí informa que a falta de energia elétrica que ocorre, neste instante, no Piauí e outros Estados do Nordeste, foi causada por falha no fornecimento na rede básica.
Os primeiros indícios é de que houve problema na usina de Belo Monte, no Estado do Pará.
(Com informações da Aneel e G1)