segunda-feira, abril 23, 2018

Dentista suspeita de racismo é solta após cinco dias presa em Teresina

A dentista Delzuíte Ribeiro de Macêdo, 31, foi solta na manhã desta segunda-feira (23) após ficar cinco dias presa no presídio Feminino. O advogado Wisner Ribeiro, que defende a dentista, confirmou ao Cidadeverde.com que Delzuíte foi solta hoje por volta das 8h e que foi uma prisão injusta e desnecessária. O advogado vai defender que não houve crime de racismo, mas de injúria racial. 
Em depoimento, a dentista negou que tenha cometido o crime de racismo e que estaria arrependida, pois deveria ter agredido fisicamente a vítima. 
Fonte: Cidade Verde