Publicidade

Publicidade

sábado, abril 07, 2018

Estudantes percorrem cerca de 30 km em ‘pau de arara’ para chegar à escola no interior do Piauí

 Vinte e cinco estudantes são transportados de modo precário. Prefeitura diz que transporte em caminhão é emergencial e que problema será resolvido na próxima semana.
Estudantes percorrem cerca de 30 km em ‘pau de arara’ para chegar à escola no Norte do Piauí (Foto: Arquivo Pessoal / César Felix)
Estudantes da rede municipal e estadual na cidade de Jatobá do Piauí, Norte do estado, percorrem uma distância de aproximadamente 30 km em um ‘pau de arara’ para chegarem à escola. De acordo com a secretaria de educação do município, cerca de 25 alunos são transportados sobre a carroceria de um caminhão com tábuas, que servem de assento, e uma lona colocada como cobertura no meio de transporte irregular.
Procurado pelo G1, o secretário de educação do município, Joseano Oliveira, informou que o veículo começou a ser utilizado de forma emergencial na quarta-feira (4) até essa sexta-feira (6) após um problema na estrada que dava acesso a uma comunidade rural do município.
O vereador César Felix informou que foi procurado por pais de alunos que estão sendo levados no transporte irregular. "Eles estão preocupados com a segurança e vieram falar comigo. Eu vou fazer a denúncia no plenário da Câmara Municipal e pedir que sejam tomadas providências para que isso não aconteça mais", disse.
O secretário de educação relatou que conversou com os pais dos alunos sobre o caráter emergencial do transporte. “O ônibus que levava eles não podia mais passar lá. O proprietário do veículo também desistiu de fazer o transporte por questões pessoais e por falta de pagamento. Esse pagamento que está faltando é por conta dos repasses que não foram feitos pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc)”, declarou o secretário.
Segundo Joseano Oliveira, a situação do transporte escolar será regularizada na próxima semana. “Os alunos estavam fazendo prova essa semana e não queríamos que eles ficassem prejudicados. Mas a situação já foi resolvida e a partir da segunda-feira (9) os alunos serão levados por um ônibus adequado”, afirmou o secretário.
Por nota, a Seduc informou que o transporte dos alunos é de responsabilidade da prefeitura e que vai analisar a denúncia.
Fonte: G1