quinta-feira, maio 17, 2018

PI: Após briga, PM fere à bala cantor de forró Saulo Dugado dentro de padaria; VÍDEO

Uma briga na Panificadora Ideal da Avenida Presidente Kennedy, na Zona Leste de Teresina, terminou com o cantor Saulo Dugado baleado. O caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (17/05) e o homem que atirou é um policial militar. VEJA O VÍDEO:
O cantor, atingido na perna, foi encaminhado para o Hospital São Marcos, onde passou por cirurgia. Uma testemunha relatou que Saulo já chegou agredindo as pessoas, falando alto e a funcionária que estava atendendo sempre pedindo para ele se acalmar. 
"Ele chegou agredindo as pessoas, falando alto, aí a moça foi atender ele, e ele começou a esculhambar a funcionária, gritando e falando palavras feias, que eu não vou nem dizer", disse a testemunha.
O cantor também agrediu o gerente com empurrões, os clientes que estavam na padaria se levantaram e pediram para que ele se acalmasse.
"Ele pediu para chamar o gerente e começou a agredir física e verbalmente o funcionário, deu empurrões, todos os clientes que estavam lá se levantaram e pediram para ele se conter, tinha uma mulher que estava acompanhando ele, pedimos para ela ajudar, mas deu no que deu", relatou. 
Nesse momento o policial entrou no estabelecimento, percebeu a confusão e pediu por diversas vezes para que o cantor ficasse calmo. 
"Foi na hora que esse rapaz entrou na padaria, esse policial, aí o rapaz viu todo o alvoroço lá e pediu para ele parar, respeitar as pessoas que estavam ali, e que não era assim, e ele começou a pegar as coisas para agredir, agrediu com cadeiras, aí o policial foi para cima, essa já é a parte final, tentando imobilizar, não conseguiu, e ele o todo tempo provocando dizendo para o policial atirar, todo tempo provocando", disse a testemunha. 
Saulo agrediu tanto funcionários quanto clientes da padaria, sempre alterado e falando palavrões. 
O gerente da padaria prestou depoimento no 5º Distrito Policial, mas após ser ouvido não quis gravar entrevista. O policial que atirou no cantor seria um dos envolvidos no sumiço de cerca de R$ 300 mil após assalto no Banco do Nordeste.
Fonte: 180Graus