quarta-feira, outubro 17, 2018

PSL tenta aumentar votação de Bolsonaro no Piauí, diz Fábio Sérvio; VÍDEO

O PSL está engajado no Piauí para aumentar a votação de Jair Bolsonaro no 2º turno. Apesar de o estado ter dado o maior índice do país a Fernando Haddad, o partido acredita que a diferença pode cair no dia 28 de outubro. "Estamos trabalhando forte para isso. O papel importante é o da militância da direita", disse o presidente do PSL no Piauí, Fábio Sérvio, em entrevista à TV Cidade Verde. Veja o vídeo:
Sérvio, que disputou o governo do Piauí, disse que Bolsonaro tem demonstrado que a mudança no país é real e verdadeira. "A eleição de Jair foi feita inicialmente por um aparelho de celular. A gente pode acreditar que ele vai transformar essa nação como ela merece", afirmou.
O ex-candidato ao Palácio de Karnak disse que a intenção de votos em Bolsonaro no 2º turno mostra que o país está unido. 
"Quem está mudando o Brasil são as pessoas. O Brasil já está unido. Ele pode chegar a 70% dos votos válidos. Quando foi que você viu jovens se reunindo e falando de política? Estamos colocando o discurso de rótulos por terra. É um homem que defende a família, o patriotismo, a polícia. Acredito que 1º de janeiro de 2019 vamos ter um governo honesto, sério e preocupado com os valores cristãos", afirmou.
Fábio Sérvio lembrou que uma das primeiras medidas de Bolsonaro será levar a embaixada brasileira para Jerusalém. "Ele vai transferir para Jerusalém. É reconhecer a importância que isso tem para o mundo cristão", disse.
Considerado o partido sensação após o 1º turno, Fábio Sérvio destacou que o PSL vem recebendo adesões. "Nesse momento do 2º turno chegam lideranças tradicionais. Algumas não podiam declarar o voto no 1º turno. São pessoas que querem trabalhar. Eu fiz campanha aqui com doação voluntária. É natural que a classe política que se incomode", finalizou.
Fonte: Cidade Verde