terça-feira, novembro 20, 2018

Capitania dos Portos realiza em Parnaíba cerimônia alusiva ao Dia da Bandeira

Em Parnaíba a Capitania dos Portos do Piauí, para comemorar o Dia da Bandeira, realizou nesta segunda-feira (19) a cerimônia de hasteamento da Bandeira do Brasil, ao som do Hino Nacional, que aconteceu pontualmente ao meio-dia, vez que historicamente a bandeira foi hasteada nesse horário, desde 1889, após a proclamação da República.
Em respeito às celebrações do dia, durante a cerimônia foi incinerada uma das bandeiras mais antigas. A reposição com a nova bandeira foi feita pelo Caverna Mestra- esse nome é dado ao militar que tem mais tempo servindo na mesma OM (organização militar). É essa a definição utilizada na Marinha do Brasil.
Para o Capitão de Fragata Dante, o Capitão dos Portos do Piauí a importância do Dia da Bandeira, já que é um ato patriótico e cívico que, infelizmente, devido aos compromissos da sociedade moderna, tem sido esquecido pelos brasileiros. “Esse é nosso desejo: trazer aos civis o patriotismo que por algumas vezes pode ser esquecido por mim, por isso estamos trazendo essas atividades, junto com o Colégio Espaço Conhecimento (Cec) e o Gemar (Grupo de Escoteiros do Mar), para participar desse evento tão importante que é o culto às tradições nacionais, como o culto à bandeira e ao hino”, frisou.
O professor de História, Marcos Carvalho, destacou a importância de levar seus alunos para presenciar a cerimônia alusiva ao dia da bandeira. ”É uma questão muito importante que devemos trabalhar: a compreensão dos símbolos do país. A bandeira é um símbolo muito importante. É importante os alunos compreenderem. E é esse o momento, principalmente, para aproveitar a data e reconhecer sua importância”, enfatizou o professor.
Comandante Dante também enfatizou que é necessário ressaltar esses valores dos símbolos que estão sendo esquecidos. “Muitos não sabem cantar o hino, não sabem as cores e nem o que está escrito na bandeira. Acredito que isso é importante sabermos, porque a bandeira representa a Nação. Espero sinceramente que cada um traga o culto à bandeira, culto ao hino nacional e transfiram para os familiares e amigos”.
A pequena Evely Lara, 7 anos, que participa do Gemar, falou que gosto muito. “A minha mãe que me fez participar e gostei de participar porque precisamos dar valor à nossa bandeira”.
Além disso, militares da Marinha Brasil estiveram presentes também na cerimônia, além alunos do Colégio Espaço Conhecimento (Cec), civis e a participação do Grupo de Escoteiro do Mar (Gemar).
Fonte: Blog do Bsilva