domingo, novembro 04, 2018

Justiça determina que Haddad delete postagem contra Edir Macedo

Segundo matéria da Folha de São Paulo, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu que Fernando Haddad, que concorreu nas eleições presidenciais no primeiro e segundo turno, deve deletar um vídeo sobre o líder da Igreja Universal, Edir Macedo, em que liga a imagem do religioso ao 'charlatanismo'.
Após as afirmações do petista, Macedo processou criminal e civilmente Haddad. A multa decorrente de descumprimento da determinação é de R$ 5 mil por dia.
A assessoria do ex-presidenciável afirmou que o mesmo vai apagar o vídeo, mas para isso espera receber a notificação.
R7.COM