sábado, dezembro 15, 2018

Ministério do Trabalho resgata 54 trabalhadores em situação análoga à de escravo no Piauí

Fiscais do Ministério do Trabalho resgataram 54 trabalhadores em situação análoga à escrava em uma fazenda de cultivo de soja no município de Baixa Grande do Ribeiro, Sul do Piauí. Segundo o auditor fiscal do trabalho Robson Waldeck, havia entre eles quatro adolescentes.
“A situação geral era muito degradante, eles faziam a limpeza manual da área agrícola, realizando a catação de raízes da terra sem nenhuma proteção e sem o menor conforto, sem nenhum suporte”, informou o auditor fiscal.
Dentre os problemas encontrados, havia a ausência de equipamentos de proteção individual, falta de registro na carteira de trabalho, os alojamentos eram barracas de plástico, não havia banheiros e os trabalhadores usavam a área de mata para fazer as necessidades fisiológicas, as refeições eram feitas no mesmo ambiente e não havia exame médico admissional, além de jornada excessiva de trabalho.
Após denúncia anônima, os fiscais foram ao local e autuaram os donos da propriedade. “A fazenda foi notificada e os proprietários pagaram os direitos dos trabalhadores, que agora terão direito a três meses de seguro desemprego”, explicou Robson Waldeck.
Os trabalhadores são naturais de cidades piauienses e maranhenses e já foram levados de volta aos municípios. O contato para irem trabalhar na fazenda era feito por meio de intermediários.
Fonte: G1/PI