quinta-feira, dezembro 20, 2018

Operários que trabalham em reforma da Ponte Simplicio Dias, ameaçam abandonar a obra por falta de pagamento

Segundo denúncia de operários ao Jornal da Parnaíba que trabalham na reforma da Ponte Simplício Dias, em Parnaíba, obra de responsabilidade do governo do estado do Piauí, a construtora responsável pela execução da reforma, está com quase dois meses de salários atrasados.
Preocupados em passar as festas de fim de ano sem dinheiro, os operários ameaçam abandonar o posto de serviço nesta quinta-feira (20/12), por não aguentarem mais ficar sem receber. Os trabalhadores alegam que tem família e precisam de dinheiro para pagar os fornecedores.
A obra é executada com recursos do Tesouro Estadual e é orçada em R$: 4.841.224,24. Com início em agosto de 2017 e o prazo de conclusão era de 240 dias. Contudo, passado um ano e meio do início das obras de recuperação e reforço estrutural da ponte, o serviço ainda não foi concluído e vem gerando transtornos para a população, vez que o lado que está em obras continua interditado.
Inaugurada em março de 1975, pelo então governador Alberto Silva, a ponte possui cerca de 300 metros de extensão e é a única que liga a cidade de Parnaíba a Ilha Grande de Santa Isabel onde estão localizados o município de Ilha Grande e importantes pontos turísticos e econômicos como a praia de Pedra do Sal, Porto dos Tatus e o Delta do Parnaíba. Por isso, esta obra de reforma da Ponte Simplício Dias é imprescindível para o crescimento do turismo de nosso estado.
Fonte: 180Graus