quarta-feira, dezembro 19, 2018

Policia prende acusado de mandar queimar ônibus escolares em Piracuruca

Na manhã desta quarta-feira (19), uma equipe do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) realizou a prisão de um homem identificado como Romeu Arcanjo, acusado de ser o mandante do incêndio de cinco ônibus escolares pertencentes à Prefeitura de Piracuruca, no dia 17 de novembro deste ano.
O crime gerou um prejuízo avaliado em R$ 700.000,00 para a administração municipal. A ação policial foi comandada pelo atual coordenador do Greco, o delegado Tales Gomes, que realizou também a apreensão de dois adolescentes na cidade, responsáveis por atearem fogo nos veículos.
O mandante, Romeu Arcanjo, será indicado pelo crime de incêndio e corrupção de menores e os adolescentes serão apresentados ao juiz da comarca de Piracuruca, a fim de que as providências decorrentes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) sejam adotadas. Vale ressaltar também que um deles já responde a outros processos infracionais.
Investigações
Após o incêndio, o Greco assumiu o caso. As investigações, comandadas pelo delegado Genival Vilela, apontaram que Romeu era motorista da Prefeitura de Piracuruca. Ele estava afastado de uma determinada linha de transporte escolar e, por isso, perdeu uma gratificação. Então, o indivíduo decidiu contratar um adolescente para atear fogo nos veículos. O jovem, logo depois, contratou um outro menor para ajudá-lo a praticar o crime.
Outras apreensões
No dia 28 de novembro deste ano, policiais do Greco apreenderam três adolescentes suspeitos no incêndio que destruiu cinco ônibus escolares. A equipe cumpriu sete mandados de busca e apreensão em Piracuruca e, na ocasião, os menores foram conduzidos à delegacia.
O crime
Os dois jovens estavam em um evento na cidade denominado “Festa de Milho”, quando decidiram incendiar os coletivos. Os dois passaram na casa do primeiro adolescente contratado por Romeu e pegaram um balde com combustível e foram até o Centro de Ensino Integral Fundamental (CIEF), onde os ônibus estavam estacionados. A dupla pulou o muro, ateou fogo e, em seguida, voltaram para suas residências.
Com informações GP1