terça-feira, dezembro 11, 2018

Presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM do Piauí é preso acusado de estelionato

   Comando Geral da Polícia Militar do Piauí — Foto: Catarina Costa/G1 PI
O presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e dos Bombeiros do Piauí (Abecs), cabo Agnaldo José de Oliveira, foi preso na tarde desta segunda-feira (10) por estelionato. O mandado de prisão foi decretado pela juíza Valdênia Moura Marques de Sá, da 9ª Vara Criminal de Teresina. 
       Presidente Agnaldo Oliveira, da Abecs — Foto: Catarina Costa/G1 PI 
Segundo a tenente-coronel Elza Rodrigues, diretora de comunicação da Polícia Militar do Piauí, o comando deu cumprimento ao mandado de prisão logo após receber o ofício da própria juíza. O cabo Agnaldo apresentou-se com o advogado em audiência nesta tarde na 9ª Vara, no Quartel do Comando Geral da PM.
"Ele passou por exame de corpo delito e foi encaminhado para o Presídio Militar, onde deve ser recolhido e fica à disposição da 9ª Vara Criminal de Teresina", acrescentou.
O caso de estelionato foi investigado pela Delegacia especializada em crimes contra a ordem tributária, econômica e contra as relações de consumo (Deccoterc) em 2016. Conforme a denúncia, Agnaldo teria feito descontos nas folhas de pagamento de associados, alguns sem autorização, e utilizado o dinheiro para fazer empréstimos, obtendo vantagem ilícita.
O G1 esteve na Corregedoria da Polícia Militar, mas o advogado do cabo não quis falar. O corregedor coronel Costa Lima informou que o cabo Agnaldo Oliveira é aposentado.
Fonte: G1