segunda-feira, janeiro 21, 2019

Jovem com autismo desafia diagnósticos e se forma em medicina em Cuiabá

O jovem Enã Rezende, de 26 anos, diagnosticado com autismo se formou em medicina em Cuiabá-MT. Enã conta que enfrentou o preconceito e sofreu bullying por devido suas características, mas não o impediu que estudasse e concluísse o curso de medicina. As informações são da BBC News Brasil.
De acordo com a reportagem, ele sofria com ofensas que ouvia de colegas, ele afirma que costumava se sentir inferior. Ele conta que a conclusão do curso é também uma forma de provar para si que é capaz.
A psicóloga Érica Rezende, mãe do rapaz, teria ouvido de uma professora há 20 anos que o garoto não conseguiria ser alfabetizado, por isso a conclusão do curso superior, segundo ela, é uma emoção indescritível.
ESTÚDIO MARÃES 
A família já realiza três eventos para homenagear o Enã, a última foi na semana passada, com a jantar e cerimônia religiosa.
Com fala mansa e poucos gestos, ele disse que sempre soube que teria de lutar mais que os outros para conquistar seus objetivos.
O Transtorno do Espectro Autista (TEA), popularmente conhecido como autismo, é uma desordem complexa do desenvolvimento cerebral, que se caracteriza por dificuldades na socialização e comunicação, além de padrões de comportamentos considerados repetitivos, como ações semelhantes em curto espaço de tempo.
Com informações 180Graus