segunda-feira, fevereiro 04, 2019

Policia Cívil elucida crime e prende suspeitos de homicídio em Parnaíba

                     Marcos Antonio, Carlos Antonio e Leonardo Ferreira
A Polícia Civil, através da Delegacia de combate ao Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio de Parnaíba - DHTL deu cumprimento a mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva em desfavor dos nacionais MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO, 34 anos, CARLOS ANTÔNIO MENDES PEREIRA, 41 anos e LEONARDO JOSÉ DO NASCIMENTO FERREIRA, 28 anos pelo envolvimento no homicídio de SAMUEL MOURA SILVA, 34 anos, morador de rua, ébrio e doente mental, fato ocorrido na data de 14/12/2018, no bairro Rodoviária, nesta cidade de Parnaíba.
                                                            Vítima de homicidio
Segundo foi apurado nas investigações até o presente momento, na data de 14/12/2018, MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO estava trabalhando como vigilante da Rodoviária de Parnaíba-PI, sem qualquer vínculo com o município, em substituição (como rotineiramente fazia) ao titular da função, o qual "terceirizou", com a anuência da chefia imediata, o serviço de vigilância daquele local. Ainda segundo as investigações, MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO já teria uma rixa com a vítima SAMUEL MOURA SILVA, decorrente do fato deste já haver agredido o pai daquele, também vigilante. Além disso, conforme apurado pelos investigadores, na noite do dia 14/12/2018 houve mais um desentendimento entre MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO (responsável naquela noite pela segurança da Rodoviária de Parnaíba) e SAMUEL MOURA SILVA, o qual costumeiramente criava problemas no local por chutar tambores de lixo, incomodar passageiros, sujar propositadamente os banheiros, dentre outras condutas reprováveis. Na ocasião, segundo as investigações, SAMUEL MOURA SILVA foi colocado para fora do estabelecimento por MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO e depois retornou ao local, em revanche, com pedras para arremessar em MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO, que correu do local.
A despeito da intenção dos envolvidos em querer diminuir sua participação ou até mesmo se excluir da cena criminosa, foram captadas imagens de câmeras de CFTV (identificadas pela equipe de investigação da DHTLPHB), que possibilitaram chegar-se à dinâmica do fato criminoso, donde se conclui que MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO, após sofrer tentativa de agressão com pedras, foi atrás de CARLOS ANTÔNIO MENDES PEREIRA e LEONARDO JOSÉ DO NASCIMENTO FERREIRA e juntos passaram a caçar SAMUEL MOURA SILVA pelas redondezas com o intuito de matá-lo, vindo a concluir seu intento ("animus necandi") no momento em que a vítima foi encontrava próximo à empresa SN AMBIENTAL, responsável pela coleta de lixo do município de Parnaíba-PI.
Conforme já afirmado, câmeras de segurança filmaram o exato momento da execução, em que os três indivíduos chegam em duas motocicletas (uma pilotada por CARLOS ANTÔNIO MENDES PEREIRA levando MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO na garupa e a outra conduzida por LEONARDO JOSÉ DO NASCIMENTO FERREIRA) e, de forma sincronizada, param tais veículos quando encontram a vítima, momento em que desce a pessoa de MARCOS ANTÔNIO AGUIAR GALENO e atira contra SAMUEL MOURA SILVA, montando novamente na motocicleta em que estava e todos fugindo em disparada.
Com a prisão dos suspeitos, a Polícia Civil passa a ter o prazo de 10 dias para concluir as investigações, onde serão feitas acareações para dirimir as extensas contradições existentes nos interrogatórios destes para perfeita adequação típica da conduta de cada envolvido no crime, não restando, no entanto, qualquer dúvida quanto a autoria dos indivíduos presos preventivamente.
A Polícia Civil aproveita a oportunidade para reforçar a divulgação da ferramenta para a realização de denúncias anônimas (link acima), o que facilita sobremaneira as investigações e conclusões dos delitos investigados.
Fonte: Policia Civil