Saiba quem é o policial que assassinou outro PM na frente do filho em Teresina

                                            Policial militar do Maranhão 
O policial militar Francisco Ribeiro dos Santos Filho assassinou com três tiros na cabeça o também policial militar, só que do Piauí, Samuel de Sousa Borges. O crime aconteceu na tarde desta sexta-feira (1º/02) próximo ao colégio Dom Barreto, no cruzamento das ruas Cândido Ferraz com rua das Verbenas, na Zona Leste de Teresina.O crime foi testemunhado pelo filho da vítima, que era deixado pelo pai na escola.
                            Armas que estavam com o autor do crime 
O autor do crime estava com duas armas, uma pistola e um revólver, sendo que uma delas está irregular, pois não estava em seu nome. Ele disparou três vezes na cabeça de Samuel, que morreu no local.
Vítima do crime 
Samuel de Sousa Borges (vítima)
Samuel estava indo deixar o filho na escola quando teve início uma discussão. O garoto estava na garupa de uma moto. Seguranças que estavam próximo ao local interviram na discussão, ao perceber que a confusão já havia parado eles se afastaram do local.
Carteira funcional do acusado
Após a saída dos seguranças, o suspeito puxou a pistola .40 e disparou três vezes contra a cabeça de Samuel. Ele foi socorrido, mas não resistiu e morreu em seguida. 
Samuel Sousa Borges era policial do Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), mas atualmente estava a serviço da Vice-Governadoria do Piauí.
O soldado Francisco Ribeiro dos Santos Filho já responde por uma ação de improbidade administrativa em Timon (MA) por ter agredido, junto com outros dois policiais, um homem durante uma abordagem policial.
Autor do crime após quase ser lixado 
O policial do Maranhão foi agredido por populares e só não apanhou mais porque a polícia chegou ao local. Ele e a vitima, ambos em motos sem placa, teriam discutido por uma briga de trânsito, que terminou em morte.
Francisco Ribeiro informou à polícia que estava sendo perseguido pela vítima. A tese pode não ser sustentada por que Samuel estava acompanhado do filho, que tentou evitar que seu pai fosse alvejado.
O policial militar do Maranhão passou por exame de corpo de delito no instituto de Medicina Legal e está preso. Ele deve responder por homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo.
Pesar da Polícia Militar do Piauí
O Comandante Geral da Polícia Militar do Piauí se enluta com todos os policiais militares e familiares com o fim trágico de uma aparente discussão de trânsito que levou à morte o CB PMPI Samuel de Sousa Borges, vítima de disparo de arma de fogo, no início da tarde desta sexta-feira (01).
Ingresso na Corporação em 2008 (CFSD), CB Borges, policial militar operacional, serviu vários anos no Batalhão Rone, onde prestou relevantes serviços à sociedade piauiense, e atualmente trabalhava na 4ª companhia do Batalhão de Guardas.
O corpo será velado na quadra do Batalhão Rone, bairro Matinha, em Teresina, a partir das 20h e sepultado amanhã às 10h da manhã no Cemitério São Judas Tadeu.
Fonte: 180Graus

Google Plus

Folha de Parnaíba

Repórter e comunicador, funcionário público concursado, idealizador do Portal Folha de Parnaíba. Pessoa humilde e trabalhador, autêntico, verdadeiro e temente a Deus. Email: folhadeparnaiba@hotmail.com