Marinha, Exército e PM reforçam operações de resgate de famílias desabrigadas em Parnaíba

Até agora 104 famílias precisaram ser retiradas de casa por causa de alagamentos. A Prefeitura de Parnaíba decretou estado de emergência devido as fortes chuvas no Litoral do Piauí. Marinha, Exército e PM se juntam as equipes da prefeitura de Parnaíba para socorrer atingidos por alagamentos.

As operações de resgate aos desabrigados no Litoral do Piauí ganharam mais um reforço da Marinha, Exército e Polícia Militar neste domingo (24). Pelos menos, 104 famílias desabrigadas precisaram ser retiradas de casa por causa de alagamentos e a Prefeitura de Parnaíba decretou estado de emergência devido as fortes chuvas. 
"Hoje chegaram dois reforços em Parnaíba e a previsão de chegar mais gente para ajudar nos trabalhos. Somente do Corpo de Bombeiros de Teresina foram mais 23 soldados reforçando o nosso time. Chegamos por volta das 12h, observamos o cenário e exigiu a presença de mais bombeiros aqui.
A prefeitura e o Corpo de Bombeiros, nós estamos coordenando esta etapa que está muito difícil, porque toda nossa capacidade de trabalho é para retirada de água das áreas alagadas, mas à noite todo esse volume volta através de chuvas. Esse reforço vai fazer com que nós possamos dar uma continuidade deste trabalho e descanso necessário a tropa", disse o coronel Carlos Frederico, comandante geral do Corpo de Bombeiros.
Bombeiros durante resgate de famílias desabrigadas em Parnaíba — Foto: Reprodução/TV Clube
Durante o período da manhã, os oficiais passaram por um treinamento com o Corpo de Bombeiros. A Defesa Civil e voluntários também estão atuando para ajudar nos resgates. Caminhões-pipa e bombas estão sendo usadas para sugar a água das regiões mais afetadas da cidade.
Imagem aérea do bairro Piauí, um dos pontos mais críticos — Foto: André Domini.
Os moradores resgatados são encaminhados para a casa de parentes ou para o ginásio poliesportivo Pedro Alelaf do bairro Catanduvas. Segundo a Prefeitura de Parnaíba, das 104 famílias retiradas 25 são desabrigadas e foram para alojamentos fornecidos pela prefeitura de Parnaíba e 79 famílias desalojadas foram encaminhadas para casa de parentes.
Famílias abrigadas no Ginásio Poliesportivo Pedro Alelaf no Bairro Catanduvas na cidade de Parnaíba — Foto: Kairo Amaral/G1 PI
Um gabinete de crise foi montado na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania de Parnaíba e na Capitania dos Portos para receber doações.
Causa dos alagamentos
Dados das estações meteorológicas de de Parnaíba registraram valores acima de 50 milímetros no município nesse sábado (23) e que os volumes foram distribuídos ao longo do dia, com concentração maior durante a madrugada. Para o climatologista Werton Costa, o principal problema no Litoral do Piauí não é apenas o volume de chuva, mas a saturação do solo.
"Devido as chuvas no decorrer da semana, o solo está encharcado. Toda chuva que cair na região tem a dificuldade de absorção da água pelo solo, causando problemas de alagamento, impermeabilização das áreas densamente ocupada, vai causar um transtorno aos parnaibanos", explicou.
Por Kairo Amaral e Catarina Costa/G1 PI | Edição: Jornal da Parnaíba

Share on Google Plus

Folha de Parnaíba

Repórter e comunicador, funcionário público concursado, idealizador do Portal Folha de Parnaíba. Pessoa humilde e trabalhador, autêntico, verdadeiro e temente a Deus. Email: folhadeparnaiba@hotmail.com .