PI: Mulher acusada de latrocínio chora e pede perdão á familia pela morte de empresário

A fragilidade da mulher não impediu que ela participasse de um latrocínio em Teresina. Hoje (22/03), Iasmin Abreu Rocha acabou presa pelo crime do empresário Leandro César Sousa Gonçalves, que aconteceu em fevereiro de 2017 na zona sul de Teresina.
Iasmim Rocha estava acompanhada de outros dois criminosos, entre eles, seu próprio irmão, Sanatiel Abreu Rocha, vulgo pequeno, preso no último dia 25 de fevereiro em Palmas-TO. Eles monitoraram o empresário desde a cidade de Demerval Lobão.
De acordo com as investigações, próximo à casa do empresário, já na zona sul de Teresina, realizaram a abordagem. Na reação da vítima, atiraram e mataram, levando R$ 21 mil. Iasmim Rocha chorou e disse estar arrependida do crime.
“Peço desculpas à família. Sei que agora não vai adiantar, mas me arrependo de ter participado”, afirmou a acusada presa pela Força Tarefa da Secretaria de Segurança.
Fonte: Portal Douglas Cordeiro
Google Plus

Folha de Parnaíba

Repórter e comunicador, funcionário público concursado, idealizador do Portal Folha de Parnaíba. Pessoa humilde e trabalhador, autêntico, verdadeiro e temente a Deus. Email: folhadeparnaiba@hotmail.com