No interior do Piauí, Polícia Militar diz que falta viatura e a condução do preso é feita a pé

“Ninguém pode fazer de outro jeito não. A gente faz o serviço da polícia. Fico no plantão sozinho. A gente vem trazendo o preso a pé e a moto fica lá, quando termina a gente vai pegar. São muitas denúncias de roubo mas a gente não pode dar jeito”, afirma o Cabo João.
                                           Crédito: Reprodução/TV Clube
A TV Clube flagrou na delegacia da cidade de Barro Duro o momento exato que a única viatura da cidade estava sendo levada para conserto. O cabo João, que era o único policial de plantão, ficou apenas com uma moto para fazer as rondas e atender as ocorrências. Segundo ele, quando somente a moto está disponível, ele conduz o preso a pé. O Secretário de Segurança, Fábio Abreu, disse que uma nova viatura será levada à cidade e que delegacia passará por reforma.
“Ninguém pode fazer de outro jeito não. A gente faz o serviço da polícia. Fico no plantão sozinho. A gente vem trazendo o preso a pé e a moto fica lá, quando termina a gente vai pegar. São muitas denúncias de roubo mas a gente não pode dar jeito”, disse.

A população que é vítima dos roubos diz que não existe investigação e que os bandidos da cidade e dos municípios vizinhos continuam assaltando.
“Investigação não tem nenhuma, nem em andamento não tem. Nunca vi o delegado, já fui duas vezes na delegacia e só encontro os policiais mesmo. Isso aí deixa a desejar em Barro Duro, que era para ter um delegado de plantão na cidade e não tem. Ele só vem e volta e aí dificilmente a gente vê”, disse o comerciante Pedro Filho.
O delegado de Barro Duro, Francisco Rodrigues, informou à TV Clube que responde por mais quatro municípios nas proximidades e informou que quando assumiu a delegacia, havia 85 inquéritos em andamento e que já encaminhou 31 à Justiça, além de estar apurando os demais casos. Ele disse ainda que não pode ir à cidade no dia da reportagem porque a viatura que tinha disponível estava sem combustível.
A cidade é pequena, tem pouco mais de 7 mil habitantes. A reclamação maior é a pouca quantidade de policiais para atender a cidade. O Ministério Público Estadual detectou que a delegacia da cidade além de poucos policias tem problemas com a falta de estrutura.
Seu Zacarias Carioca, fotógrafo, foi roubado duas vezes em casa. Em um dos assaltos teve uma arma apontada na cabeça dele.
“Tava sentado quando eles chegaram com a arma e pediram dinheiro e eu não tinha dinheiro, pegaram e disseram que queriam uma arma e eu não tinha aí eles mandaram eu me ajoelhar, me botaram no banheiro e levaram o que queriam”, disse.
Na casa da assistente social Socorro Bento, os ladrões entraram a noite e levaram quase tudo que encontraram. “Levaram tudo, só não o mais pesado como geladeira e cama mas TV, ventilador, roupas, calçados, jóias, tudo de valor que tinha dentro de casa eles levaram”, disse.
O secretário de segurança Fábio Abreu informou à TV Clube que um novo sistema da Polícia Militar vai ser implantado para registro de boletim de ocorrência e termo circunstanciado de ocorrência (TCO).
“O cabo que está recebendo o treinamento vai poder fazer esse atendimento, ou seja, nós estamos buscando centralizar os delegados em cidades maiores e que possam receber flagrantes”, disse.
Segundo ele, a retirada da viatura é porque ela vai ser substituída por uma nova. “Estão acontecendo as substituições das viaturas e Barro Duro vai receber uma viatura nova. No mínimo em uma semana estará recebendo a nova viatura”, informou.
Sobre a renovação da estrutura, o secretário informou que fazendo uma simples reforma, a delegacia vai ficar em condições para os policiais militares e civis caso seja necessário. Ele também disse que o número de policiais vai ser aumentado.
FONTE: TV CLUBE

Compartilhar no Google Plus

Folha de Parnaíba

Repórter e comunicador, funcionário público concursado, idealizador do Portal Folha de Parnaíba. Pessoa humilde e trabalhador, autêntico, verdadeiro e temente a Deus. Email: folhadeparnaiba@hotmail.com .