terça-feira, julho 16, 2019

Programa Mais Médicos com mais de 2 mil vagas reabre inscrições dias 17 e 18 de julho

O Ministério da Saúde informa que o Edital referente ao Programa Mais Médicos foi retificado em itens do cronograma devido a identificação de falhas no Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP) no ato da inserção documental, inconsistências no número de vagas e localidades, além da existência no edital de requisito de participação que não é exigida pela legislação vigente.
Em virtude disto o período de inscrições foi reaberto para eventual edição de dados e documentos daqueles profissionais que já realizaram as inscrições e também para os que não se inscreveram anteriormente.
Agora o prazo para garantir a participação fica estabelecido entre 17 e 18 de julho de 2019, via internet através do Sistema de Gerenciamento de Programas (SGP), acessível pelo endereço eletrônico: maismedicos.gov.br. É importante ressaltar que serão aceitos pedidos somente até às 18h do último dia.
Poderão participar os Médicos formados em instituições de educação superior brasileiras ou com diploma revalidado no País; Médicos brasileiros formados em instituições estrangeiras com habilitação para exercício da Medicina no exterior; àqueles que têm habilitação em situação regular para o exercício da medicina, mediante registro no Conselho Regional de Medicina (CRM); Não sejam participantes de Programa de Residência Médica; Não estejam prestando o Serviço Militar Obrigatório no período de vigência do Projeto; Não possuam vínculo de serviço com carga horária incompatível com as exigências do Projeto; e estejam em situação regular perante autoridade competente na esfera criminal no Brasil.
Esta seleção pode contar com até duas fases, caso haja vaga remanescente, sendo que a primeira será disponibilizada para os profissionais médicos formados em instituição de educação superior brasileira ou com diploma revalidado no Brasil, que possuam inscrição junto a Conselho Regional de Medicina no Brasil.

Já a segunda fase será destinada a médicos brasileiros formados em instituições estrangeiras e com habilitação para exercício da medicina no exterior que atendam às condições legais e deste Edital, condicionada à existência de vagas remanescentes após o processamento da adesão da primeira fase, destinadas apenas para os médicos formados em instituição de educação superior brasileira ou com diploma revalidado no Brasil.
A escolha do local de atuação será disponibilizada ao médico com inscrição confirmada no SGP, no período indicado no cronograma.
Como forma de classificar os inscritos, serão atribuídos pontos de acordo com os critérios preestabelecidos no edital de abertura.
Os médicos participantes do Projeto realizarão curso de especialização em atenção básica à saúde, que será oferecido pelas instituições de educação superior brasileiras vinculadas ao Sistema Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS), de acordo com as regras estabelecidas pela instituição organizadora do curso e conforme Resolução nº 2, de 26 de outubro de 2015, da Coordenação do Projeto Mais Médicos para o Brasil, que dispõe sobre o caráter educacional dos Programas de Provisão de Médicos do Ministério da Saúde.
Àqueles que assumirem farão jus à bolsa-formação com valor mensal de R$ 11.865,60, que poderá ser paga pelo prazo máximo de 36 meses, prorrogáveis apenas na hipótese prevista na Portaria Interministerial nº 1.369/MS/MEC, de 8 de julho de 2013, e respectivas alterações.
Cabe ao Médico cumprir semanalmente, 8 horas em atividades acadêmicas teóricas e 32 horas em atividades nas unidades básicas de saúde no Município ou carga horária condizente com as possibilidades conferidas pelas regras do Programa. Vale ressaltar que haverá ainda outros benefícios pagos aos profissionais.
As 2.036 vagas em 1.113 municípios estão distribuídas nos seguintes Estados e Cidades:
Fonte: Cidade Verde