Dentista presa por racismo pede ao TJ-PI redução da pena

O pedido foi feito no dia 15 de agosto deste ano e distribuído a 2º Câmara Especializada Criminal e será relatado pela desembargadora Eulália Martins Pinheiro. A dentista Delzuite Ribeiro Macêdo condenada a 2 anos e sete meses de prisão por lesão corporal, ameaça, injúria preconceituosa e racismo qualificado recorreu ao Tribunal de Justiça do Piauí pedindo a redução da pena. (REVEJA O CASO)
No pedido a defesa da dentista pede a redução da pena em relação ao crime de lesão corporal alegando ser atenuante a sua confissão quanto ao crime de injúria, e pede tampem a substituição da pena, reduzindo de 20 para 1 salário mínimo levando-se em consideração a posição econômica, não tendo meios de arcar com os custos previsto na sentença condenatória. 
O pedido foi feito no dia 15 de agosto deste ano e distribuído a 2º Câmara Especializada Criminal e será relatado pela desembargadora Eulália Martins Pinheiro.
Entenda o caso
Delzuíte Macêdo foi condenada a dois anos e sete meses de prisão pelos crimes de ameaça, lesão corporal tentada, injúria racial e racismo contra a também dentista Thaiane Neves e sua filha, uma bebê que na época tinha um mês. Ela foi presa em fevereiro deste ano e condenada e condenada em abril.
Fonte: Meio Norte

Compartilhar no Google Plus

Folha de Parnaíba

Repórter e comunicador, funcionário público concursado, idealizador do Portal Folha de Parnaíba. Pessoa humilde e trabalhador, autêntico, verdadeiro e temente a Deus. Email: folhadeparnaiba@hotmail.com .