quarta-feira, agosto 28, 2019

Polícia investiga companheiros de mulheres flagradas com maconha na vagina em presídio de Parnaíba

Três mulheres foram conduzidas à Central de Flagrantes acusadas de tráfico de drogas dentro da penitenciária de Parnaíba na manhã de domingo (11/08), durante visita. Elas são acusadas de terem levado maconha dentro de suas vaginas para os esposos. Sendo Francisco Carlos, esposo de Juscelina Freire; José Aírton, esposo de Núbia da Costa; e Carlos esposo de Andressa Silva. Os homens foram conduzidos para a Central de Flagrantes para prestar esclarecimentos.
Segundo o delegado João José Pereira Filho, o JJ, dentre os reclusos ouvidos, somente Carlos, esposo de Andressa Silva não foi preso por envolvimento com o tráfico de drogas. Disse que há possibilidade de que a droga seja destina somente a uma pessoa que esteja liderando o trafico no presídio. Informou ainda que estão acontecendo investigações dentro do presídio.
     Por Daniel Santos e Hílder Monção/PCN