Samu do município de Cocal é interditado após fiscalização do COREN-PI

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU do município de Cocal - PI é interditado nesta terça-feira, 03 de setembro, pelo Conselho Regional de Enfermagem do Piauí devido a irregularidades e ilegalidades constatadas pela fiscalização e posteriormente confirmada por inspeção da Comissão de Interdição Ética.
                             Prefeito Rubens Vieira - Imagem Portal o Dia
Dentre as ilegalidades e irregularidades encontradas, havia a inexistência de enfermeiro durante todo o período de funcionamento do serviço, a teor do art. 15 da Lei nº 7.498/86/1986; a inexistência de instrumentos gerenciais da assistência de enfermagem; ambiente inadequado para lavagem e desinfecção da ambulância e ausência e ambiente adequado para repouso dos profissionais de enfermagem.
Para retorno das atividades o município deve proceder o saneamento das ilegalidades e irregularidades apontadas no processo de interdição ética mediante apresentação de requerimento dirigido ao COREN - PI. A medida não foi atendida pelo prefeito da cidade, Rubens Vieira, até o fechamento desta matéria.
Tal medida é de extrema gravidade e compreende a última ação a ser tomada pelo COREN - PI, afirmou a Dra. Tatiana Melo, presidente do Regional.
Afirmou ainda que os profissionais de enfermagem e a saúde da comunidade em geral não podem sofrer com riscos a assistência presentes na situação em que o serviço se encontra.
 Ascom/COREN

Compartilhar no Google Plus

Folha de Parnaíba

Repórter e comunicador, funcionário público concursado, idealizador do Portal Folha de Parnaíba. Pessoa humilde e trabalhador, autêntico, verdadeiro e temente a Deus. Email: folhadeparnaiba@hotmail.com .