quarta-feira, outubro 16, 2019

No Piauí, Cabo da Policia Militar é morto após discussão com vizinho; VÍDEO

Na noite de terça-feira (15/10), um policial militar identificado como cabo Elionardo, foi morto após se envolver em uma discussão no residencial Prado Júnior, na zona Leste de Teresina. De acordo com informações, a vítima estava bebendo em um bar próximo da sua residência, quando em um determinando momento, iniciou uma discussão com seu vizinho, identificado como Ulisses. Os dois trocaram socos e pontapés e o PM, ao ser empurrado, caiu e bateu a cabeça na calçada, vindo a perder a consciência e morrer no local. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas a vítima já estava sem vida. 
“Se trata de um homicídio envolvendo um policial militar, atualmente ele estava lotado no colégio da Polícia Militar e a situação é que ele se encontrava consumindo bebida alcoólica em um deposito de bebidas e no momento que ele saiu do bar, segundo informações de testemunhas, começou uma discussão com um vizinho que mora em frente ao local onde ele estava bebendo. Nessa discussão vieram as vias de fato, onde a vítima foi atingida com dois socos, o primeiro ele caiu, tentou se levantar, mas foi atingido pelo segundo soco e possivelmente, já que a perícia ainda vai confirmar, caiu com a cabeça no chão, vindo a bater a cabeça na calçada e perdeu os sentidos. VEJA O VÍDEO:
Foi chamada a viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), onde foi tentada a reanimação mas sem sucesso, ele veio a óbito posteriormente”, afirmou um policial militar que foi acionado até o local.
O acusado pelo crime fugiu do local depois do homicídio. “Nós estamos com diligências tentando localizá-lo, ele não foi visto saindo pela porta da frente, segundo testemunhas, foi feita uma varredura na casa mas não foi encontrado, o que leva a crer que ele fugiu pelos fundos. Tentamos colher as informações se eles tinham alguma desavença, mas ninguém soube informar nem que sim nem que não, possivelmente foi um motivo fútil, uma discussão banal onde o suspeito estava alegando que a vitima estava tirando foto de sua residência mas ninguém viu, ninguém pode confirmar essas informações, o que começou a discussão vindo a vias de fato e a óbito”, disse.
Fonte: Portal Meio Norte