segunda-feira, novembro 25, 2019

Contratada pelo governo do Piauí, empresa que administra aeroportos no sul do estado paralisa atividades após 3 meses de salários atrasados

Os funcionários dos aeroportos de São Raimundo Nonato, Picos e Floriano, Sul do Piauí, iniciaram nesta segunda-feira uma greve por tempo indeterminado. Os aeroportuários reivindicam o pagamento de três meses de salários e benefícios, como alimentação e vale transporte.
A Empresa de Serviços Aeroportuários Ltda (Esaero), contratada pelo Governo do Piauí para gerenciar os aeroportos do interior, informou que as atividades foram suspensas e mantidas somente voos do Samu aéreo e de valores. Operações de aeronaves de voos comerciais, táxi aéreo e Correios foram cancelados. Ao G1, a Esaero não divulgou quantos voos foram cancelados. A empresa não quis comentar sobre os salários atrasados dos funcionários. Segundo o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina), a paralisação segue até o pagamento dos salários atrasados. "Caso isso ocorra, a greve será suspensa", declarou o diretor do Sina, Wilson Vieira de Sousa.
Fonte: G1/PI