terça-feira, dezembro 17, 2019

Operação cumpre mais de 20 mandados judiciais em Teresina e no interior do Piauí

O delegado geral Luccy Keiko divulgou balanço parcial da Operação Impacto II e informou que, até às 10h desta terça-feira, 42 prisões foram efetuadas no Estado. Além de Teresina, as prisões foram realizadas em Luís Correia, Esperantina, Floriano e Uruçuí. Os crimes mais praticados por esses presos foram violentos ou sob grave ameaça.
A maioria aconteceu em Teresina. A meta é reduzir significamente o crime", disse o delegado. Os mandados de prisões são referentes a roubo, homicídio, violência doméstica e estupro de vulnerável. A Polícia Civil do Piauí deflagrou a operação Impacto II para cumprir mandados judiciais contra suspeitos de roubos, furtos, entre outros crimes. Estão sendo cumpridos mandados de prisão e busca e apreensão em todo o Estado. 
Só na Capital estão sendo cumpridos 23 ordens judiciais entre prisões temporárias e definitivas. Mais de 200 policiais civis entre delegados, agentes e escrivães estão mobilizados na operação. Nas primeiras horas desta terça-feira (17), sete suspeitos já haviam sido presos.  Entre estas prisões está a de Expedito de Oliveira Duarte, 70 anos. Ele é acusado de matar a própria esposa no ano de 2015. O crime foi praticado no Estado de Minas Gerais e ele foi preso no bairro Dirceu, na zona Sudeste de Teresina. Na sentença, o acusado foi condenado a seis anos de prisão. 
O delegado Williame Moraes, coordenador da Divisão de Capturas da Polícia Civil (Dicap), explica que a maioria dos mandados de prisão é de crimes patrimoniais. Um dos objetivos da operação é diminuir o índice de roubos no Estado neste período de fim de ano. 
“O objetivo é cumprir mandados de prisão e reduzir o número de roubos em dezembro, que é quando acontece mais esse tipo de crime”, disse o delegado. Além de prisões em Teresina, estão sendo cumpridos mandados também em Parnaíba.
Fonte: Cidade Verde