domingo, março 08, 2020

No Piauí, policia prende suspeito que se passava por mototaxista para vender drogas e fornecer armas para facções

Um homem de 30 anos foi preso nesta quinta-feira (5) no Residencial Edgar Gayoso, Zona Norte de Teresina, suspeito de se passar por mototaxista para vender drogas e fornecer armas para facções em Teresina e Timon, no Maranhão. Segundo o delegado Emerson Almeida, da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), seis pistolas foram apreendidas, sendo quatro roubadas de policiais militares.
De acordo com as investigações, o suspeito atuava como fornecedor de drogas para outros traficantes e usava da profissão de mototaxista para disfarçar o tráfico de drogas. Durante cumprimento de dois mandados de busca e apreensão foram apreendidos mais de R$ 7 mil, cadernos com anotações, balança de precisão e 1,5 quilo de crack.
"Já estávamos monitorando o suspeito um certo tempo e hoje foi deflagrada a Operação Parâmelo. Sabíamos que ele era um traficante da Zona Norte, que atuava com grande quantidade de drogas, porque não vendia para o consumidor final, mas para outros traficantes fazerem essa distribuição. Ele um cara muito perigoso e as investigações apontaram que ele fornecia armas para facções da capital e Timon", revelou.
Conforme o delegado, o suspeito de tráfico não reagiu a prisão e confessou que já tinha vendido parte da droga. Ele foi autuado por tráfico, posse ilegal de arma de uso restrito, posse ilegal de arma de uso permitido e receptação qualificada.
O coordenador do Depre, Cadena Júnior, informou que as armas apreendidas serão encaminhas para perícia, que devem confirmar o uso delas por facções em assassinatos. "Vários homicídios estão ocorrendo em Teresina e Timon, possivelmente essas armas estão sendo utilizadas nesses confrontos de facções. Vamos mandar para perícia para fazer comparação balísticas, caso confirmado, o suspeito vai responder por mais outros crimes", disse.
Fonte: G1/PI