quarta-feira, abril 01, 2020

Dono da Delta Laticínios morto por coronavírus teria implorado por cloroquina; ÁUDIO

O empresário Oderman Bittencourt, dono da Leites Delta, uma das maiores empresas laticínios do estado, teria implorado para fazer o uso de cloroquina, momentos antes de morrer vítima de coronavírus. É o que conta em um suposto áudio atribuído a ele, que se espalhou via redes sociais. OUÇA O ÁUDIO:
No áudio, a voz aparece com dificuldade para respirar e praticamente implorando para utilizar o medicamento cloroquina. Demonstra uma certa revolta porque precisaria esperar até que o exame confirmasse “positivo” para coronavirus para que começasse a usar a medicação, conforme orienta o protocolo do Ministério da Saúde.
Uma fonte do OitoMeia e pessoas bem próximas a Oderman garantem que a voz é mesmo dele e que foi um familiar bem próximo quem teria espalhado o áudio. A reportagem entrou em contato com a SESAPI (Secretaria Estadual de Saúde), que inicialmente informou que seria fake, mas depois confirmou que a voz pode mesmo ser do empresário. Ele teria enviado a alguém antes de ser intubado.
Uma nota foi enviada pela SESAPI na tarde desta terça-feira (31/03) sobre o assunto. Diz que o empresário “não tinha indicação clínica e nem tinha interesse em permanecer no ambiente hospitalar” e ainda que ele teve um “pico hipertensivo” ao cobrar pelo medicamento, mas que somente depois de uma reavaliação, detectando piora, já na UTI, houve “o uso do esquema com cloroquina”.
Informações OitoMeia