quinta-feira, julho 30, 2020

Bolsonaro diz que veio "sentir o povo" e ministro anuncia R$ 6 milhões para o Piauí

Joaquim Neto
O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que integra a comitiva do presidente Jair Bolsonaro em visita à Serra da Capivara, anunciou investimentos de quase R$ 6 milhões na região de São Raimundo Nonato, a 541km ao Sul de Teresina. Segundo ele, só para pavimentar as ruas de maior fluxo de veículos do município serão destinados R$ 3,8 milhões. 
Joaquim Neto
“Serão R$ 3.800 milhões para pavimentar as ruas de maior fluxo de veículos aqui em São Raimundo Nonato e mais R$ 1.8 milhão para pavimentação até o açude”, afirmou o ministro em vídeo gravado ao lado do senador Ciro Nogueira, que também integra a comitiva.
                                                      Joaquim Neto
Além dos recursos, Marcelo Álvaro Antônio prometeu incluir o Parque da Serra da Capivara no programa nacional de promoção dos parques nacionais e, ainda, reestruturar o aeroporto de São Raimundo Nonato.
“Vamos incluir a Serra da Capivara no programa nacional de promoção dos parques nacionais e mais: a reestruturação do aeroporto em parceria com o Ministério da Infraestrutura”, disse, ressaltando que os equipamentos necessários já estão sendo licitados.
“Já estão sendo licitados os equipamentos para que a gente possa atrair voos comerciais aqui para São Raimundo Nonato”, informou.
O ministro garantiu ainda que a Serra da Capivara poderá ser usada como cenário para a produção de filmes, contribuindo para a divulgação da atração turística.


“O setor audiovisual poderá aplicar recursos aqui na produção de filmes tendo como plano de fundo a Serra da Capivara, ajudando a divulgar esse lindo destino do nosso Brasil”, finalizou, garantido que todos os recursos já estão empenhados.
Vim sentir o povo, diz Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ao encerrar a visita em São Raimundo Nonato, garantiu que irá ajudar o turismo, que está parado por causa da pandemia do coronavírus. 
O presidente falou rapidamente com a imprensa, após cumprimentar apoiadores no Aeroporto de São Raimundo Nonato. "Viemos entregar obras e sentir o povo. Faz parte do mandato da gente", declarou. 
Bolsonaro afirmou, ainda ,que o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ao lado do senador Ciro Nogueira, anunciou recurso de aproximadamente R$ 6 milhões para São Raimundo Nonato. 
"O ministro do Turismo anunciou recurso e vou ajudar no futuro porque o turismo esta parado no mundo todo. E vou ajudar incrementar o turismo", afirmou o presidente Bolsonaro que ,novamente, estava sem usar máscara. 
O presidente foi questionado sobre a Reforma Tributária e o apoio ao senador Ciro Nogueira, mas não respondeu as perguntas. 
Por volta das 14h30 Bolsonaro embarcou no avião presidencial para Brasília, ao lado de Ciro Nogueira. O presidente ficou mais tempo que o previsto em São Raimundo Nonato. Na agenda oficial a previsão era de que a visita encerrasse 13h. 
A visita de Bolsonaro ao Piauí 
Ao desembarcar no aeroporto internacional de São Raimundo Nonato, na manhã desta quinta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro cumprimentou simpatizantes que estavam concentrados nas proximidades do local. Utilizando um chapéu de couro, o presidente quebrou o protocolo e surpreendeu os presentes ao subir em um cavalo da raça quarto de milha. 
No momento, Bolsonaro tirou a máscara e agradeceu aos apoiadores que estavam presentes para recepcioná-lo. "Obrigado, Piauí. É um prazer estar no meio de vocês", disse o presidente da República. 
Segurando faixas e com gritos de apoio, cerca de 300 simpatizantes, de acordo com a Polícia Militar, se aglomeraram para acompanhar a chegada de Bolsonaro ao Aeroporto de São Raimundo Nonato. Entre os presentes, crianças e idosos também acompanharam a chegada. 
Apesar do forte esquema de segurança montado no local, o presidente chegou a cumprimentar e pegar na mão de diversos apoiadores, desrespeitando das recomendações das autoridades de saúde para evitar o contágio pelo novo coronavírus. 
Logo em seguida Bolsonaro seguiu para o parque, que enfrenta escassez de recurso e demitiu cerca de 50% dos funcionários do Parque e do Museu da Natureza. O presidente visitou o Boqueirão da Pedra Furada, onde recebeu prefeitos de Brejo, Coronel José Dias, João Costa e São Raimundo Nonato e apoiadores. 
Fonte: Cidade Verde