quinta-feira, julho 23, 2020

Em cinco meses, homicídios aumentam 15% no Piauí

O Piauí registrou nos primeiros cinco meses do ano de 2020 um aumento de 15% no número de homicídios. O aumento é dobro da média nacional. Os dados são do Monitor da Violência, apontando que o Brasil voltou a registrar aumento das mortes violentas após um 2019 de queda substancial no número de homicídios. Segundo o Monitor, 7 estados e o DF apresentaram queda na contabilização das mortes violentas, um repetiu a contagem do ano anterior e 18 tiveram aumento, entre eles o Piauí.
O Monitor da Violência é uma iniciativa do Núcleo de Estudos da Violência da USP, do portal de notícias do Grupo Globo e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e faz acompanhamento mensal dos registros de homicídios do país desde 2017. O levantamento leva em conta os dados das secretarias estaduais de Segurança e mostra que no mês de maio houve uma estabilização no número de mortes violentas no país, mas aponta que nos cinco primeiros meses do ano de 2020 foram 19.382 homicídios, 7% a mais que os 18.120 contabilizados no mesmo período do ano passado.
O Nordeste, que no ano de 2019 foi o grande responsável por uma geral de 19% no número nacional de homicídios, desta vez fez papel inverso: foi o grande responsável pela elevação no número de mortes violentas. O estado do Ceará ganha destaque nessa mudança de rumo: após uma série de ações das facções criminosas no início do ano, o estado registrou forte alta nas mortes. Nestes primeiros cinco meses, o Ceará foi o estado onde os homicídios mais cresceram.
Vale lembrar, no ano passado o Cerará tinha sido o estado que mais reduziu o número de homicídios. Saiu de uma ponta para a outra.
Piauí alta que é o dobro da média
Nesse mesmo período e também em comparação com o ano passado, o Piauí registrou 293 homicídios, 15% a mais que as 255 de janeiro a maio de 2019. O índice é mais que o dobro dos 7% de média registrado em todo o país. Aqui no estado, o mês de abril foi particularmente violento, com o registro de 99 mortes violentas. Esses números colocam o Piauí entre os estados que mais registraram crescimento no país. Confira a evolução dos casos no Piauí, mês a mês.
Fonte: Monitor da Violência