terça-feira, agosto 04, 2020

Juiz que anulou votação da Câmara que dava Inelegibilidade de Kim do Caranguejo é afastado pelo TJ-PI; ÁUDIO

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) decidiu afastar o juiz de direito Willmann Izac Santos Ramos, titular da Comarca de Luís Correia, das funções judicantes após votação em plenário por unanimidade. A decisão é desta segunda-feira (03),de acordo com o TJ-PI, o juiz é alvo de um Pedido de Providência feito pela Corregedoria Geral da Justiça, por meio do desembargador Hilo de Almeida Sousa, por infringir a Lei Orgânica e o Código de Ética da Magistratura.  (VEJA A MATÉRIA).
O mesmo juiz, no dia 29 de julho assinou uma liminar que trata de AÇÃO ANULATÓRIA com pedido de antecipação de tutela de urgência proposta pelo atual prefeito de Luís Correia, contra o processo praticado pela Câmara MunicipalOUÇA O ÁUDIO:
Kim do Caranguejo atual Prefeito de Luís Correia alegou que não teve direito a ampla defesa, no processo que julgou as contas de sua gestão referente ao ano de 2010, que foram reprovadas com ressalva pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), e devolvido para Câmara, onde foi tramitado, discutido e votado, em desfavor do Kim. (VEJA MATÉRIA DO SITE DA CÂMARA).
Em vídeos gravados na sessão que tornou Kim do Caranguejo inelegível, ficou provado que o gestor teve sim o direito a se defender, onde seus advogados até fizeram uso da tribuna para apresentar suas contestações. Coincidência ou não ,uma semana após a liminar do juiz, o Tribunal de Justiça do Piauí decidiu afastar o magistrado Willmann Izac Ramos Santos, titular da Vara Única da Comarca de Luís Correia pelo prazo de 90 dias de suas funções. 
O magistrado deverá ficar afastado das funções cerca de 90 dias, enquanto durar a tramitação do Pedido de Providência, podendo ser prorrogado. Por meio de nota, a Associação dos Magistrados Piauienses (Amapi) informou que a reabertura do Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) não se configura punição, mas meramente a possibilidade de esclarecer a verdade sobre os fatos e exercer o direito constitucional à ampla defesa. 
A Câmara de Vereadores de Luís Correia aguarda ser acionada para tratar do assunto, vereadores de oposição utilizam discurso duro e acusam de manobram política, e dizem que o gestor festeja de forma errada. Em áudios espalhados em redes sociais, Kim do Caranguejo diz “que somente Deus poderá tira-lo da disputa eleitoral de 2020”.
Edição: Folha de Parnaíba