terça-feira, agosto 04, 2020

Subtenente da PM é baleado e morre durante abordagem da PRF em Coelho Neto -MA; VÍDEO

                 Subtenente do 2º Batalhão de Polícia Militar de Caxias - MA
Na noite desse domingo (2), o subtenente do 2º Batalhão de Polícia Militar da Caxias, a 360 km de São Luís, identificado como Baltazar de Carvalho Araújo, de 55 anos, morreu em confronto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
Segundo a PRF, o caso aconteceu por volta das 20h40, no km 571 da BR-316, na localidade Descanso, entrada para a cidade de Coelho Neto, a 385 km da capital. VEJA O VÍDEO:
Uma equipe da PRF realizava rondas, quando se deparou com um acidente, tipo colisão traseira, envolvendo um caminhão MB/l1620 e uma caminhonete Toyota/Hilux. O PM era quem estava dirigindo a caminhonete na hora do acidente e apresentava visíveis sinais de embriaguez.
Ainda de acordo com a PRF, o subtenente Baltazar estava muito alterado e portava uma pistola da marca Taurus na cintura. Ele se apresentou como policial militar, mas se negava a mostrar a identificação.
Os policiais rodoviários federais relataram que, durante 25 minutos, eles tentaram acalmar o PM e convencê-lo a entregar os documentos e a arma.
“Apesar das diversas tentativas da PRF para que a arma fosse entregue, o condutor continuava desobedecendo. Logo depois, o condutor afirmou que, se sacasse a arma, atiraria contra os policiais. Em seguida, o condutor, de fato sacou arma e apontou para os policiais, sendo alvejado com dois disparos a fim de repelir a agressão iminente”, afirmou a PRF por meio de boletim.


Após ser baleado, o subtenente foi socorrido pelos agentes, os quais acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O PM foi levado para o Complexo Hospitalar de Caxias, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.
A Delegacia da Polícia Rodoviária Federal em Caxias acompanhou todo o processo. Segundo a PRF, internamente uma Comissão de Controle e Acompanhamento da Letalidade está acompanhando o caso, a fim de apurar se todos os procedimentos foram cumpridos por parte da equipe operacional.
Por meio de nota, o comandante geral da PM-MA e o comandante do 2º BPM lamentaram a morte do Subtenente Baltazar.
“O comandante geral da PMMA, coronel Pedro Ribeiro, o Comandante do 2º BPM, Ten Cel Jurandy, oficiais e praças sentem-se consternados pelo falecimento do ST PM Baltazar de Carvalho Araújo. Na oportunidade, seus companheiros de caserna prestam solidariedade e rogam à Deus pela família conforto à família enlutada”, diz a nota.
Do G1, MA.