quarta-feira, setembro 30, 2020

Após denúncia de calote, Prefeito obriga Secretaria de Saúde emitir nota de esclarecimento contraditória

Após uma denúncia sobre um possível calote a uma construtora responsável pela obra de uma Unidade Básica de Saúde no centro da cidade, a Prefeitura e a Secretaria de Saúde de Luís Correia receberam pressão do Prefeito Kim do Caranguejo para que fosse emitida uma nota contra o conteúdo jornalístico. Na nota muita contradição e uma justificativa tola, pois embora aleguem que a obra tenha falhas, atualmente a UBS se encontra em pleno funcionamento.
Outra contradição é que a Prefeitura realizou a vistoria no dia 23 de setembro de 2020, ou seja, horas depois da denúncia que este portal publicou. O engenheiro que assinou a vistoria do 23/09, é o mesmo que acompanhou toda a obra até a inauguração e teoricamente também autorizou o Prefeito a inaugurar a obra.
Após a denúncia, a Prefeitura também realizou o pagamento de uma outra obra do mesmo porte e da mesma situação, localizada na localizada Lagoa do Camelo. O pagamento foi imediato após a denúncia. A Prefeitura foi procurada para explicar o motivo da resistência em não efetuar o pagamento, mas nossa reportagem não teve êxito. 
Outro detalhe importante, é que a Prefeitura não enviou nenhum laudo técnico a empresa responsável, solicitando reparos e apresentando explicações sobre a situação da obra. Segundo informações, a empresa prejudicada irá pedir uma perícia imparcial. Kim do Caranguejo levou o assunto para o lado político, e resolve situações somente de aliados e cria situações inexistes contra empresas que não seguem sua ideologia política.