domingo, dezembro 20, 2020

REPRESÁLIA: Após derrota nas urnas, Kim do Caranguejo assina decreto perseguindo comerciantes de Luís Correia; OUÇA OS ÁUDIOS:

Após a derrota no pleito eleitoral do último dia 15 de novembro, o Prefeito Kim do Caranguejo (PP), iniciou uma série de perseguições para impor sua ira contra aqueles que não lhe acompanharam politicamente. A última ação de perseguição foi contra os comerciantes locais, que foram prejudicados por conta do Decreto Municipal 197/2020 que foi assinado por Kim do Caranguejo. VÍDEO:

O documento publicado no diário oficial do município, dispõe sobre ampliação das medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública por conta novo coronavírus (covid-19) e dá outras providências. No decreto, Kim proíbe a realização de eventos até o final de janeiro, quando oficialmente não será mais gestor da cidade. 
No decreto diz que ficam revogados os alvarás já expedidos e sustados a expedição de eventuais, que contenham objeto relativo a realização de eventos/festas em casas de, espetáculos, espaços de eventos, casas de shows, auditórios, parques, praias, clubes, balneários, hotéis e pousadas até 31 de Janeiro de 2021. 
O Governo do Estado decretou que os eventos podem acontecer sim, desde que sigam as orientações da Secretaria de Estado da Saúde e não ultrapassem o número de 100 pessoas. O decreto municipal prejudica os comerciantes da cidade, que já haviam se preparado para realizar pequenos eventos no intuito de diminuir o prejuízo ocasionado por conta da pandemia. 
O índice de transmissibilidade e os casos de covid-19 na cidade de Luís Correia reduziram consideravelmente, mesmo com a expectativa da chegada de turistas, os comerciantes já estavam prontos para receberem os mesmos seguindo todas as orientações dos órgãos de saúde, a atitude de Kim do Caranguejo é considerada como perseguição política e prejudicará veementemente os comerciantes de Luís Correia.