quarta-feira, março 24, 2021

Município de Luís Correia integra oficialmente o Consórcio Nacional para compras de vacinas contra Covid-19

Luís Correia está oficialmente participando do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar). O lançamento aconteceu na segunda-feira (21), e contou com a presença do coordenador do Fórum dos Governadores, o governador Wellington Dias.
Ao todo, 41 cidades piauienses aderiram, mas apenas 20, entre elas a Prefeitura de Luís Correia, apresentaram o projeto de lei para a autorização da compra direta de vacinas internacionalmente.
Em meio à escassez de vacinas, a proposta do Consórcio é obter 20 milhões de doses no primeiro semestre deste ano. Para conseguir os imunizantes, serão aplicadas três estratégias para obter as doses: a primeira seria tentar imunizantes via fundo rotatório da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), braço da Organização Mundial da Saúde (OMS); a segunda, por meio de diálogo com o consórcio Covax Facility para antecipar parte das doses adquiridas pelo Brasil. E, por último, através de "pressão política internacional" junto aos Estados Unidos e outros países que tenham vacinas em estoque.
“O momento é muito difícil, mas estamos fazendo de tudo para poder imunizar nossa população. Acreditamos que integrar o Consórcio é uma decisão acertada para que possamos atender a nossa demanda”, declara a prefeita Maninha Fontenele.
O Consórcio visa, ainda, negociar a compra de insumos utilizados no atendimento de pacientes infectados com o novo coronavírus. A partir de agora, o Consórcio vai iniciar as tratativas com farmacêuticas e empresas fornecedoras de insumos. Até o momento, 2.599 prefeituras manifestaram interesse na iniciativa.
ASCOM