sexta-feira, junho 25, 2021

Caso Izadora Mourão: Mãe de advogada assume que matou a propria filha sozinha

Os depoimentos foram ouvidos pelo juiz, que dará o prazo de aproximadamente dez dias, para guiar aos próximos passos.
Em entrevista exclusiva ao Portal P2, a advogada de defesa Dra. Esmaela Macêdo, confirmou os rumores em que Dona Maria Nerci teria assumido durante a audiência de instrução, a autoria do crime contra a advogada Izadora Mourão, que foi assassinada a facadas, no último dia 13 de fevereiro, deste ano, na Cidade de Pedro II/PI, e com isso, João Paulo seria inocente da acusação.
A audiência ocorreu de forma híbrida, e teve inicio por volta das 09h00 da manhã desta quarta-feira (23/06), no Fórum Desembargador Arêa Leão, e só finalizou às 19h00, após serem ouvidas testemunhas, acusados e a defesa dos envolvidos.
De acordo com Esmaela, Dona Maria Nerci, confirmou a autoria e não teve a participação de João Paulo, que estava dormindo, e segundo ela, nenhum laudo da perícia apontou a presença do réu na cena do crime.
Os depoimentos foram ouvidos pelo juiz, que dará o prazo de aproximadamente dez dias, para guiar aos próximos passos. Enquanto isso, o jornalista João Paulo continua preso no Presídio de Altos, já a mãe, permanece em prisão domiciliar até o julgamento final.
Informações 180 Graus