sábado, junho 05, 2021

Piauí: Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19 com diferença de 10 dias

Mãe e filha morreram vítimas da Covid-19 com apenas 10 dias de diferença, em Teresina. A professora Noélia Maranhão, 58 anos, morreu vítima da Covid-19 neste sábado (5) em Teresina, segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semec). A filha, a nutricionista Bianca Maranhão de 24 anos, havia falecido no dia 26 de maio.
Segundo a Semec, a professora havia trabalhado nas escolas municipais Valter Alencar, Deoclécio Dantas e José Omatti, todas localizadas na Zona Leste de Teresina, "onde trabalhou com maestria", destacou a Semec.
A professora passou cerca de 15 dias internada. A filha de Noélia, Bianca Maranhão também estava internada havia alguns dias, antes de falecer. Filha de Noélia e irmã de Bianca, Maria Clara Honorato comunicou o falecimento das duas nas redes sociais. Ambas tinham obesidade e não haviam sido vacinadas.
Amigos e familiares lamentam a perda de mãe e filha. O ex-secretário de educação da capital, Kléber Montezuma, lamentou o falecimento da professora.
"Que Deus a receba de braços abertos, você estará ao lado da sua filhinha. A dor é imensa", lamentou uma amiga da professora.
Noélia deixa o marido, que também está internado e entubado por consequências da Covid, segundo a Semec, além da filha Maria Clara, que não está com a doença.
Fonte: G1/PI