sábado, julho 24, 2021

Ex-policial é condenado a 25 anos por matar estudante com tiro na cabeça no Piauí

O Ministério Público do Estado do Piauí, representado pelo promotor de Justiça Mário Normando, obteve a condenação de Rafael do Nascimento Oliveira Rosa, a uma pena de 25 anos, seis meses e sete dias de reclusão, em regime fechado, pelo homicídio da estudante Suellen Marinho Lula. O Júri aconteceu nessa sexta-feira (23/07), na Vara Criminal da Comarca de Valença do Piauí.
O Tribunal do Júri aceitou a tese apresentada pelo Ministério Público de homicídio por motivo fútil e que impossibilitou defesa da vítima.
O crime aconteceu em outubro de 2016. Suellen foi morta com um tiro na cabeça dentro em uma churrascaria em Valença. Rafael, autor do disparo, foi preso em flagrante. O crime ocorreu após o réu tentar ter acesso em uma festa organizada pela família da vítima sem pagar a entrada, que custava R$ 5.
Rafael insistiu para ingressar no evento sem pagar argumentando que era Policial Militar. Suellen, que estava na entrada da festa recebendo o valor do ingresso, reafirmou que a quantia deveria ser paga. O ex-PM sacou a arma e efetuou o disparo que vitimou a jovem.
Fonte: MP-PI