quinta-feira, julho 22, 2021

Filha do ex-governador Freitas Neto morre durante o parto em Teresina

A odontóloga Maria Cristina Almendra Freitas, filha do ex-governador do Piauí, Freitas Neto, morreu nesta quarta-feira (21) em uma maternidade particular da capital, durante o parto do primeiro filho, Antônio, fruto da união com o empresário Felipe Gomes.
A maternidade informou que Maria Cristina deu entrada com sua equipe particular, composta por duas obstetras, uma enfermeira obstetra, uma fisioterapeuta e uma doula, em trabalho de parto avançado, às 7h49.
De acordo com a unidade de saúde, durante o parto a paciente evoluiu com sinais de angioedema (que é um inchaço mais profundo da pele, afetando principalmente os lábios, mãos, pés, olhos ou região genital). Maria Cristina também apresentou desconforto respiratório, sendo realizada medidas imediatas de suporte e parto por via mais rápida devido à gravidade do quadro.
"O parto normal sem analgesia/anestesia ocorreu às 8h28. A paciente, evoluiu com parada cardiorrespiratória, sendo assistida por sua equipe particular, juntamente com o corpo clínico da maternidade, bem como pela equipe da UTI Móvel, que já se encontrava no local", informou a direção da maternidade.
O recém-nascido encontra-se em estado grave, após reanimação neonatal. O bebê está na UTI pediátrica, para receber o atendimento médico necessário.
Casal esperava ansioso o nascimento do filho
Maria Cristina estava casada com o empresário Felipe Gomes havia menos de dois anos e os dois esperavam o primeiro filho. Nas redes sociais, Felipe relatava ansioso a espera pelo nascimento do bebê.
Nas redes sociais, o casal relatava ansioso a espera pelo nascimento do filho
A prefeitura de Teresina emitiu nota de pesar pelo falecimento da profissional.
A faculdade particular onde ela trabalhava também emitiu nota. Ela era doutora em sua área, pela Universidade de Toronto, e coordenadora dos cursos de odontologia e radiologia da instituição.
Fonte: G1/PI