sábado, setembro 04, 2021

Cajueiro da Praia convive há quase 26 anos com a falta d´água

Muitos turistas que chegam a Cajueiro da Praia, município que abriga um dos mais belos cenários ecológico e turístico do Piauí, Barra Grande, nem imaginam como é difícil garantir água para lhe atender com serviços de qualidade. Prestes a completar 26 anos de emancipação, o município vive um dos seus piores momentos de falta de água. Os quase 8 mil habitantes estão há décadas enfrentando desafios, sem água portável, ou mesmo para garantir as necessidades mais imediatas. Um drama que o município convive e sem perspectiva de resolução imediata. Carro pipa, poço tubular, chafariz já não estão dando conta do atendimento à população. Uma crise hídrica que assusta a Prefeitura Municipal, empresários do setor turístico e a população que sofre dia após dia.
Uma promessa de campanha eleitoral de todos os políticos que já assumiram a Prefeitura Municipal ou mesmo uma vaga na Câmara Municipal da Cidade. Uma promessa bem difícil de ser alcançada. Isso, considerando que existem barreiras, dependências de autoridades estaduais e federais. A falta de água na região já foi destaque nas redes sociais de muitos parlamentares, turistas e moradores.
Ao assumir a Prefeitura Municipal de Cajueiro da Praia, o prefeito Felipe Ribeiro sabia, que sem dúvida, a falta d´água seria um dos seus maiores desafios. “Lembro de cada cajueirense chegando e falando de seu drama enfrentado diariamente, com a falta d´água. Muitos andando quilômetros em busca de água, outros aguardando carros pipas. Prometi que iria lutar por alcançar melhorias. Está muito difícil, mas estamos dia após dia em busca de soluções para este problema que atinge toda a população, principalmente, aqueles mais carentes. É um desafio que me comprometi e que estamos lutando para vencer”, ressalta Felipe Ribeiro.

O prefeito esteve recentemente, em audiência com o presidente do Emater, Francisco Guedes, na tentativa de inserir o município no Programa Água Doce que visa estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano por meio do aproveitamento sustentável de águas subterrâneas, incorporando cuidados técnicos, ambientais e sociais na implantação e gestão de sistemas de dessalinização no semiárido brasileiro. Francisco Guedes se comprometeu em trabalhar a viabilização.
Desde janeiro de 2021 que a Prefeitura Municipal de Cajueiro da Praia vem buscando apoio dos governos. “Não temos como atender a demanda da população somente com carro pipa ou chafariz. As comunidades mais distantes da sede da cidade são as mais prejudicadas. Perfurar poços também é outro desafio, pois necessitamos de uma tecnologia mais avançada, considerando que ao alcançar uma profundidade acima de 30 metros, nos deparamos com uma água, não apropriada para o consumo humano, por conta da salinização . A melhor solução seria a conclusão da adutora do litoral, porém, não existe perspectiva, data certa para a retomada das obras”, disse Ribeiro.
A Adutora do Litoral visa beneficiar do povoado de Barra Grande, em Cajueiro da Praia, e outras comunidades rurais dos municípios de Parnaíba, Ilha Grande e Luís Correia, contribuindo para o desenvolvimento do turismo no litoral. Contudo, suas obras estão paralisadas deste 2018.
Em reunião com sua equipe técnica, o prefeito Felipe Ribeiro disse que novos chafarizes serão construídos e que está em entendimento com a Funasa no sentido de garantir apoio para perfuração de poços com água de qualidade, através de novas tecnologias a serem implementadas.
Ascom PMCP