quinta-feira, setembro 16, 2021

PI: Mulher é presa suspeita de deixar cão na chuva com fome e sede

Um cãozinho foi resgatado vítima de maus-tratos e uma mulher presa no bairro São Pedro, na zona Sul de Teresina. O delegado Emir Maia, titular da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), conta que a denúncia foi feita anonimamente e, ao chegar à residência, os policiais constataram que o animal chorava muito e teria passado a noite anterior na chuva. Além disso, o cachorro estava sem comida, sem água e possivelmente com as costelas fraturadas.
"Na delegacia, a perícia constatou que ele havia sofrido algum trauma que pode ter sido um atropelamento e estava com as vertebras quebradas ou machucadas. Ele será submetido a um raio-x para confirmar ou não a fratura", explica Emir Maia.
A tutora foi presa em flagrante nesta quinta-feira (16) e será encaminhada para audiência de custódia, onde o juiz vai decidir ou não pela manutenção da prisão. Com a alteração na Lei de Crimes Ambientais, maus-tratos a cães e gatos teve a pena ampliada para até cinco anos, em caso de condenação.
Segundo o delegado, em sua defesa, a suspeita alegou que o cão não era dela. Emir Maia reforça a importância da denúncia desse tipo de crime, o que pode ser feita através do telefone 86 3230 2025 ou pelo Instagram @dpma_pi.
"Ela alegou que o cachorro era da mãe dela, que não sabia de nada. Mas, o fato, é que era ela que estava na casa. Ela está presa e amanhã vai passar por audiência de custódia como um preso normal, o que antes não ocorria. A população denunciando, a gente vai ao local", explica Emir Maia.
O cão foi encaminhado temporariamente para um abrigo de animais.
Fonte: Cidade Verde