sábado, outubro 16, 2021

Auditoria aponta desvio de quase meio milhão do fundo previdenciário na gestão de ex-prefeito de Cajueiro da Praia

A atual gestão da Prefeitura Municipal de Cajueiro da Praia fez uma auditoria nas contas do fundo previdenciário do município. E com isso, detectou que o ex-gestor, Girvaldo Albuquerque, não repassou aos cofres do fundo os recolhimentos da parte patronal dos servidores municipais no exercício de 2017. Ocorre que isso levou a um desfalque que chega a R$ 392.878,96.
Diante da constatação, três auditores do Tribunal de Contas do Estado do Piauí, após análise, apontam que não houve recolhimento integral das contribuições para o regime próprio de previdência social - CAJUPREV, caracterizando possível improbidade administrativa. Antigo gestor teria reduzido percentual de contribuição
Contribuição patronal
Segundo consta, o antigo gestor reduziu drasticamente o percentual da contribuição patronal na sua gestão e transferiu o ônus do novo plano de amortização para a gestão futura (2021-2024), comprometendo o equilíbrio financeiro.
Diante do que está acontecendo, o atual prefeito do município, Felipe Ribeiro, começou a tomar as medidas cabíveis. “Os repasses do CAJUPREV foram comprometidos e isso pode causar danos ao orçamento financeiro de Cajueiro da Praia, até mesmo comprometer a folha de pagamento dos funcionários públicos. Já estamos realizando todos os encaminhamentos necessários”, garantiu Felipe Ribeiro.
Fonte: Meio Norte