sábado, novembro 20, 2021

Aventureiro que percorreu mais de 36 mil km no Brasil morre no final da viagem

O mochileiro Tiago Escarcell Bohrer, de 31 anos, morreu nesta sexta-feira (19), em Campo Grande (MS). Após viajar mais de 36 mil quilômetros (km) pelo País, o homem sofreu um acidente grave na BR-060, em Paraíso das Águas (MS) na companhia da namorada, com quem buscava viajar de motocicleta por todos os estados brasileiros. 
Em razão do acidente, ocorrido na terça-feira (16), o homem precisou ter uma perna amputada. No entanto, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória às 7h55 desta sexta e não resistiu. Ele estava internado na Santa Casa de Campo Grande.
A namorada de Boher, Jennifer Santos, de 19 anos, está internada em estado grave no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do mesmo hospital. Ela teve múltiplas fraturas pelo corpo, mas está consciente e estável. No momento, ela é acompanhada pela mãe.

MOCHILÃO EM CASAL
Junto há pouco mais de um ano, o casal já estava em viagem havia oito meses e 13 dias. Ambos concluiriam o mochilão no estado sul-mato-grossense. A vítima do acidente alimentava um canal no YouTube com registros da viagem ao longo dos estados.
A irmã do viajante, Fabiane Bohrer, afirmou ao G1 que a família sempre apoiou o rapaz.
"Tiago é a melhor pessoa que já conheci, não tinha nada de maldade no coração dele! O sonho dele era viajar por todos os estados do Brasil com a sua moto, e nós sempre apoiamos todas as vontades que ele tinha", afirmou a irmã. "Precisamos ser fortes pelo nosso tesouro, para superar e seguir em frente".
As informações são do portal G1.