terça-feira, novembro 30, 2021

No Piauí, acusado de balear cabo da PM é capturado e preso

       Acusado preso estava baleado na perna - Foto: Divulgação/PM PI
Policiais do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) II prenderam, na manhã desta terça-feira (30), o indivíduo conhecido como “Ponto 40”, acusado de balear o cabo Sérgio Ribeiro da Costa, do 5º BPM, durante uma tentativa de assalto no dia último dia 21 de novembro, em frente ao Frigorifico Só Filé, na Avenida Dom Severino, zona leste de Teresina.
De acordo com o major Valter, comandante do CPM II, a prisão ocorreu em um apartamento no Residencial Torquato Neto, na zona sul de Teresina. O acusado foi encontrado baleado na perna, ferimento ocasionado durante a tentativa de assalto contra o PM, e estava em posse de uma pistola .40, com 22 munições.
“A gente conseguiu captura-lo em um apartamento no Torquato Neto e com ele foi encontrada a pistola .40, muito dinheiro e munição. A pistola estava com 22 munições, três carregadores, então ele estava preparado. O apelido dele na facção é ponto 40. Ele está baleado na perna, ainda da ação criminosa que saiu baleado. A prisão ocorreu 8h30 da manhã e a gente vai verificar se tem mandato”, detalhou o major Valter.
O acusado foi conduzido para a Central de Flagrantes de Teresina e está à disposição da Polícia Civil, que investiga a tentativa de assalto que terminou com o cabo Sérgio baleado. O material encontrado com ele foi apreendido e será periciado.
Entenda o caso
O policial militar cabo Sérgio Ribeiro da Costa, do 5º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, foi baleado durante uma tentativa de assalto em frente ao Frigorífico Só Filé, localizado na Avenida Dom Severino, bairro de Fátima, na zona leste de Teresina.
Uma das câmeras de segurança flagrou quando quatro bandidos tentaram assaltar um homem que estava estacionando seu carro em frente ao Frigorífico Só Filé. Nesse momento, os criminosos, em um Ford Ka, pararam ao lado e abordaram a vítima. Ao perceber a ação, o PM reagiu e passou a trocar tiros com os suspeitos, que empreenderam fuga.
Fonte: GP1