sábado, janeiro 29, 2022

Cajueiro da Praia aprova criação da APAE

Promover e articular ações de defesa de direitos, prevenção, orientação, prestação de serviços, apoio à família, direcionadas à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e à construção de uma sociedade justa e solidária. Essa é a missão da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Cajueiro da Praia, que foi criada nesta terça-feira (25), com uma diretoria provisória e com apoio da sociedade.
Marcada por depoimentos, momentos de muita emoção, a solenidade de criação da associação aconteceu no auditório Lenir Albuquerque e contou com a presença de autoridades, representantes de outras unidades da APAE na região litorânea, mães, filhos e comunidade em geral.
“Não tenho palavras para expressar minha emoção em poder contar com uma APAE em Cajueiro da Praia. Digo como experiência própria de mãe e de alguém que busca contribuir com o bom desenvolvimento desta área de assistência social, educacional e saúde, que é um grande desafio que precisa do apoio de todos. Muito obrigada a todos os envolvidos e a Prefeitura de Cajueiro da Praia”, disse a mãe de uma criança autista, Thamyres Rocha.

Em seu depoimento, bastante emocionada, ela conta que já morou em Parnaíba, mas teve que se mudar para Cajueiro da Praia. “Atualmente, conto com o apoio no transporte da prefeitura para garantir o atendimento ao meu filho em Parnaíba, mas saber que teremos o atendimento aqui pertinho, é uma enorme emoção, uma alegria que só quem enfrenta desafios pode imaginar”, acrescenta.
Durante a solenidade, vários presentes deram seus depoimentos, dentre eles o presidente da Apae de Buriti dos Lopes, que ressaltou a importância do empenho de todos que fazem o município. “É uma responsabilidade não só do prefeito, mas dos empresários, comerciantes de modo geral, a igreja e todos os cidadãos. Todos podem se unir e fortalecer a associação”, disse Francisco Valdo.
O prefeito Felipe Ribeiro se emocionou com os depoimentos e também com as palavras do jovem Joao Victor, que representa a atenção especial às crianças e jovens de Cajueiro da Praia. “João Victor diz que deseja ser um médico neuropediatra para ajudar as pessoas e se colocou à disposição, como voluntário, para juntos realizarmos o sonho de contar com uma APAE em Cajueiro. Me emociono com suas palavras e toda a sua vontade de ajudar, com toda a sua alegria e simplicidade. Vamos juntos buscar vencer os desafios, oferecendo o melhor para nosso povo, seja na educação, saúde e assistência social formando cidadãos”, espera Felipe Ribeiro.
Fazendo parte da diretoria provisória, Vânia Ribeiro disse que está na APAE de Cajueiro como voluntária, contribuindo com os avanços do município. “Ter a associação em Cajueiro da Praia era uma luta de muito tempo. Mas alcançamos êxito e já temos uma casa alugada para atender aos cajueirenses com os serviços prestados pela APAE. Porém, é preciso ter o apoio de todos. As APAEs vivem de doações e por isso cada ajuda é muito válida”, ressalta Vânia.
A vice-prefeita Nathalia Régia enalteceu a conquista e destacou o empenho das mães de crianças e jovens que precisam do apoio de uma associação como a APAE. “Sem dúvida será um espaço para prestar atendimento educacional especializado aos alunos com deficiência Intelectual e múltipla, preparando-os para o pleno exercício da cidadania”, disse Nathalia.
Também estiveram presentes na solenidade de criação da APAE, os vereadores Luciano do Sergio, Denis do Pescado, o Padre Felipe, que se colocou à disposição para contribuir com a APAE, as secretárias municipais de Saúde, Joara Mendes, Assistência Social, Verônica Ribeiro, da Administração e Finanças, Clara Pereira, a consultora Lhana Mara e comunidade.