quinta-feira, janeiro 27, 2022

Última etapa do Rally Cerapió é cancelada após desaparecimento de piloto; buscas continuam entre Piauí e Ceará

Piloto de motocross Daniel Santos, 36 anos, da cidade de Nova Venecia (ES) desapareceu durante Rally Cerapió — Foto: Divulgação/ Cerapió
A organização do Rally Cerapió 2022 cancelou a última etapa do evento, que seria realizada entre Parnaíba, litoral do Piauí, e Barreirinhas, no Maranhão, nesta sexta-feira (28). Isso porque o piloto de moto Daniel Santos, de 36 anos, da cidade de Nova Venécia (ES), que participava da competição, continua desaparecido desde quarta (26), quando não retornou da trilha.
 Foto: Divulgação
Equipes de resgate estão sendo deslocadas desde às 23h de quarta, para os locais por onde o evento passou, nas regiões dos municípios de Viçosa, Buira, Juá dos Vieiras, Padre Vieira, Cocal, Brejinho, entre os estados do Ceará e Piauí.
"Não há clima entre os competidores, organização, nem condições físicas do time de resgate para dar sequência ao evento", informou a organização em comunicado oficial.
A organização afirmou ainda que mais informações sobre a decisão da competição serão definidas em breve e divulgadas em um novo comunicado.

Para a modalidade motos, o Rally Cerapió é uma competição de enduro de regularidade, na qual o piloto realiza um trajeto de um ponto a outro, em um percurso previamente levantado pela organização e informado ao competidor através de uma planilha.
Geralmente, esse tipo de prova tem duração entre seis e dez horas. Ao terminar a etapa, o participante entrega seu GPS para a apuração. É através desse sistema que é verificado o percurso feito pelo piloto e definido o vencedor de acordo com a regularidade estabelecida pela planilha.
"Como há situações de quebra de equipamento, quedas, entre outras ocorrências, é comum os competidores aguardarem os processos de resgate e demorarem para voltar para o local da chegada", explica a nota do evento.
A organização do rally afirmou que toda a caravana está, totalmente, dedicada a encontrar Daniel Santos. "A procura pelo piloto seguiu durante esta quinta-feira (27/1) o dia todo, por diversas vezes através das trilhas oficiais da competição e também em áreas fora da prova", informou.
A operação conta com o apoio da Secretaria de Segurança do Estado do Ceará, que enviou bombeiros, policiais militares e civis, Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e canil para auxiliar nas buscas, além das comunidades locais envolvidas que se solidarizaram com a situação.
A organização informou que presta atendimento em tempo integral à família do piloto que está no evento.
Fonte: G1/PI