segunda-feira, fevereiro 21, 2022

Brasileira é presa na Tailândia por tráfico internacional de drogas e família teme por morte; VÍDEO

Três brasileiros foram presos no aeroporto de Bangkok, na Tailândia, suspeitos de tráfico internacional de drogas, após serem flagrados com 15,5 quilos de cocaína, segundo autoridades do país. As informações são do g1.
Os suspeitos são uma jovem, de 21 anos, um homem, de 27 anos, e um outro jovem, de 24. O Itamaraty informou que, por meio da embaixada de Bangkok, acompanha a situação e presta assistência aos brasileiros. VEJA O VÍDEO:
A Tailândia é um dos países onde o tráfico de drogas pode ser punido com pena de morte, dependendo da quantidade de droga e das circunstâncias.
O que se sabe sobre o caso
Os presos são Mary Hellen Coelho Silva, 21 anos, moradora de Pouso Alegre (MG); Jovem, de 24 anos, morador de Apucarana (PR); Homem, de 27 anos, não teve o nome e nem a cidade divulgados.
Brasileiros foram presos em duas situações distintas:
De acordo com as autoridades tailandesas, primeiramente foram presos o homem, de 27 anos, e a jovem. Eles saíram de Curitiba e, após escalas, chegaram ao país em um voo, por volta das 7h de segunda-feira (14).
Horas depois, as autoridades prenderam o jovem de Apucarana. Ele chegou ao aeroporto em outro voo. As autoridades informaram não saber se ele conhecia os outros suspeitos.
Mary Hellen não contou motivo da viagem
A família não sabia do envolvimento dela com as drogas. Segundo Mariana, ela tinha informado que iria viajar para Curitiba, mas não contou o motivo. A irmã pensava que ela teria ido ao encontro de um possível namorado.
Uma das amigas de Mary Hellen, Angelique Sanches, contou que sabia do envolvimento da amiga com as drogas. Em entrevista ao g1, ela contou que a jovem viajava bastante pelo Brasil, mas que esta foi a primeira vez que Mary fez uma viagem internacional. Assim como a irmã de Mary Hellen, Angelique também não sabia que a jovem iria para a Tailândia.

Mariana e Angelique contaram que Mary Hellen é uma jovem esperta e inteligente. Ela retomou seus estudos e faz aulas de direção em uma autoescola da cidade. Para a irmã e a amiga, Mary Hellen foi enganada ou induzida a ir para a Tailândia.
Como a droga foi encontrada:
A droga foi encontrada com o homem e a jovem após a equipe do aeroporto desconfiar de itens mostrados no raio X. Os funcionários da alfândega revistaram as três malas dos passageiros e encontraram 9 quilos de cocaína. A droga estava escondida em um compartimento oculto.
Com o rapaz de Apucarana, preso depois, os agentes encontraram 6,5 quilos de cocaína escondidos em duas malas.
Familiares pedem ajuda:
A irmã de Mary Hellen Coelho Silva destacou que a família pede a ajuda do Itamaraty para trazer a jovem de volta ao Brasil. Desde que a prisão aconteceu, a família está sem informações sobre a brasileira.
Segundo Mariana Coelho, a notícia da prisão chegou por meio de um áudio que ela mesma enviou por um aplicativo de mensagens. Com voz de choro e aparentando desespero, a jovem pediu para que a irmã entrasse em contato com um advogado para trazer ela de volta ao Brasil.
Mariana contou que só começou a entender a gravidade da situação depois que começou a pesquisar sobre o assunto e descobriu sobre as possíveis punições que a irmã poderia sofrer. A notícia pegou a família de surpresa.
A mãe dela, que luta contra um câncer, precisou ser internada quando soube que a filha havia sido presa no país asiático.
A família conta com a ajuda de advogados do município, mas estão em busca de brasileiros que possam ajudar direto da Tailândia. Familiares e amigos pedem que Mary Hellen seja trazida para o Brasil e que seja julgada pela justiça brasileira.
Fonte: Meio Norte