quarta-feira, junho 29, 2022

Grupo faz protesto e pede nomeação de 176 concursados da Polícia Civil do Piauí

176 pessoas passaram por todas as fases do concurso da Polícia Civil, iniciado em 2018, e esperam a nomeação. O curso de formação é a última etapa da preparação dos novos policiais civis, foi realizado em Teresina e durou três meses.
Um grupo de aprovados no último concurso da Polícia Civil fez uma manifestação diante do Palácio de Karnak, sede do governo estadual, na manhã desta quarta-feira (29), em Teresina. Eles pedem que o Governo do Piauí defina um cronograma de nomeação. O concurso aconteceu em 2018.
O grupo se reuniu na calçada do Palácio de Karnak, fez falas e estendeu cartazes pedindo a nomeação do grpo. Uma reunião foi marcada entre representantes do grupo e a Delegacia Geral de Polícia Civil para a tarde desta quarta-feira (29), para discutir a questão.
O grupo representa 176 pessoas que concluíram o curso de formação da Polícia Civil em junho de 2022. O curso é a última etapa da preparação dos novos policiais civis, foi realizado em Teresina e durou três meses, sendo concluído em 13 de junho. "Estamos em busca de nosso direito. Passamos pelas cinco fases do concurso, por três meses de curso de formação. Muitos dos nossos colegas tiveram que largar empregos, deixar família em outro estado para fazer o curso", disse Nádia Lima, uma das formadas no curso
O concurso público da Polícia Civil aconteceu em 2018, e foram abertas 350 vagas, sendo 50 para delegados, 50 peritos e 250 agentes, a serem distribuídos em todo o estado. O certame foi organizado pelo Núcleo de Concurso e Promoção de Eventos (Nucepe). Até o momento, foram nomeados 44 delegados e 73 agentes de polícia.
Fonte: G1/PI