segunda-feira, junho 06, 2022

Obra irregular da Agespisa gera transtornos à população no centro de Parnaíba

A milionária Agespisa não tem respeito com o povo parnaibano e mais uma vez faz uma ação sem nenhum planejamento e sem se importar com as consequências. Sem nenhuma permissão ou licença, a Agespisa e a empresa Jurema começaram uma grande destruição da massa asfáltica do principal cruzamento da cidade, gerando transtornos a toda a população que ali trafega.
O trecho da Avenida Capitão Claro com Chagas Rodrigues foi escavado pela empresa e prejudicou totalmente o transito na região. A Agespisa iniciou o serviço de péssima qualidade no final de semana, na famosa surdina. Com período eleitoral se aproximando a Agespisa que se tornou cabide de empregos, tenta mostrar serviço, mas sem planejamento e sem responsabilidade promove um cenário de caos no cruzamento mais importante do município. A Prefeitura de Parnaíba informou que não foi comunicada obra, e tanto ASERPA como a Secretaria de Transporte embargaram a obra e notificaram a empresa, solicitando ainda que seja feito o reparo em caráter de urgência.